E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Por cuspir em Bolsonaro, Wyllis pode ser suspenso por quatro meses

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) pode ser suspenso por 120 dias de seu mandato. Esta pelo menos é a pena estabelecida pelo deputado Ricardo Izar (PP-SP), relator do processo que analisa se Wyllys quebrou o decoro parlamentar ao cuspir na cara do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

Izar afirma que, "tendo em vista o alto grau de reprovabilidade da conduta perpetrada pelo deputado Jean Wyllys", ele deveria sofrer "severa reprimenda" por parte da Câmara.

A rigor, a pena deveria ser de pelo menos seis meses, mas Izar resolveu pegar leve com o deputado cuspidor. Para o relator há provas que outros deputados teriam provocado Wyllis que acabou por praticar o tresloucado ato.

Mesmo assim, Wyllis diz que pretende recorrer ao Supremo caso o relatório de Izar seja aprovado.