E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Pacajá - Justiça decreta prisão preventiva para assassino de Erika Suany

A Justiça paraense resolveu voltar atrás de sua decisão e mandou prender o acusado de assassinar Erika Cantanhede Moraes, morta no dia 22 de novembro, no município de Pacajá, sudeste paraense e sepultada em Parauapebas. 

Gutemberg Goudinho Torres, de 25 anos de idade, foi preso na manhã desta segunda-feira (5).

Ele já havia sido preso dia 23 de novembro, mas sua prisão durou pouco. A Justiça concedeu liberdade provisória ao acusado por considerar que ele tem residência fixa, ocupação definida e bons antecedentes. A decisão foi tomada logo após a audiência de custódia realizada no Fórum de Pacajá no dia 25.

Agora, segundo o delegado que preside o inquérito, apareceram provas que apontam para Gutemberg como autor do homicídio de Erika. A Justiça concordou com os argumentos do delegado e decretou a prisão preventiva.