E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Após cassação de liminar que suspendia concurso Corpo de Bombeiros divulga locais e horários das provas

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará informou nesta quarta-feira (20) que os inscritos no concurso promovido pela corporação podem consultar os locais e horários das provas na edição de hoje do Diário Oficial do Estado ou no site da Consulplan (www.consulplan.net).

O concurso nº 01/2015 do Corpo de Bombeiros Militar do Pará oferta 330 vagas, sendo 300 para soldados e 30 para oficiais, com remunerações que variam de R$ 1.005,71 a R$ 5.469,59. 

Para saber onde fará o exame, o candidato deve acessar o site e informar os dados relativos a sua inscrição.

A prova será aplicada no dia 24 de janeiro, nas cidades de Belém, Santarém, Marabá e Altamira, de 8h às 12h (praças) e de 13h30 às 18h30 (oficiais).

O certame havia sido suspenso na última quinta-feira (14) após a Justiça Estadual acatar o pedido do Ministério Público do Pará (MPPA) em Ação Civil Pública (ACP), por meio da Promotoria de Itaituba. O motivo seria o número de locais disponibilizados para a realização das provas, que compreende apenas quatro municípios: Belém, Santarém, Marabá e Altamira.

Segundo a Sead, o Governo, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), ingressou com recurso e conseguiu garantir judicialmente a realização do certame. 

O procurador Geral do Estado, Antônio Sabóia, explicou que a decisão foi sensível ao fato de que a liminar que suspendia o concurso às vésperas de sua realização, quando o edital com as cidades sede das provas já são conhecidas há meses, desde o ano passado. 

"Além disso, a decisão do juiz de Itaituba provocaria lesão a economia do Estado e à organização administrativa do certame, quando já há empresa contratada por licitação para esse fim. Ademais, pesou tecnicamente que Santarem é o município sede regional e que abrange o Município de Itaituba, de modo que a Constituição Estadual se mantém preservada. Em resumo, a decisão foi correta e sensatamente suspensa pelo Presidente do Tribunal de Justiça, que se mostrou como de hábito sensível à extrema necessidade de não se paralisar um concurso por todos esperado", afirmou Sabóia.

Dos 42.259 mil candidatos inscritos, apenas 723 - o equivalente a 1,17% - são residentes no município de Itaituba. (Com informações da Agência Pará)