E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Ancine divulga produção brasileira através da Festival Scope, plataforma profissional de audiovisual


Agora a Ancine, agência governamental brasileira de cinema, está entre os rótulos do Festival Scope, plataforma exclusiva que oferece a profissionais do setor audiovisual, mediante assinatura, a possibilidade de assistir online a filmes do mundo inteiro. Os filmes nacionais ficarão disponíveis para esses profissionais por streaming, sistema em que não há download do material para o computador do usuário.
A assinatura anual custa 70 euros e a mensal, 9 euros.
Segundo a Ancine, a iniciativa vai facilitar o acesso de curadores, distribuidores, agentes de venda, críticos de cinema e outros profissionais que usam regularmente os serviços da plataforma, aos filmes brasileiros. ”É mais um passo que a agência dá para ampliar, de forma democrática e ampla, o acesso das obras brasileiras ao mercado internacional”, disse o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel.
Criado em 2010, o Festival Scope surgiu a partir da constatação de que, muitas vezes, os profissionais do setor não tinham tempo,, durante os festivais, para assistir a todos os filmes em salas de cinema, nem a possibilidade de se deslocar fisicamente a todos os eventos nacionais e internacionais de seu interesse. Instituições nacionais como a Unifrance (França), o Instituto Goethe (Alemanha) e o Instituto Luce Cinecittá (Itália) têm selos na plataforma para divulgação dos filmes de seus países.
Em sua programação inaugural, o espaço da Ancine no Festival Scope exibe os sete filmes selecionados para a Mostra Aurora, principal competição de longas da Mostra de Tiradentes, em Minas Gerais, que abre o calendário nacional de eventos audiovisuais.