E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Mais uma cretinice de Maradona: ex-jogador e toxicômano tatua "cadela" para "homenagear" namorada

Na Veja Online,hoje (30): 
Diego Armando Maradona encerrou um ano bastante intenso com mais uma atitude controversa. Neste fim de semana, o maior ídolo do futebol argentino levou a namorada Rocío Oliva e a filha Jana para uma tarde em um estúdio de tatuagem. O problema é que, para homenagear a amada, com quem brigou publicamente em 2014, Maradona escolheu uma tatuagem inesperada: cravou a palavra “perra”, que significa cadela em castelhano, em seu peito. De acordo com vários meios de comunicação da Argentina, esta seria a forma carinhosa com a qual o ex-jogador se refere à jovem de 24 anos (30 a menos que ele) em seus momentos de intimidade.
Rocío também demonstrou seu amor e tatuou o nome "Diego" em seus braços. As imagens foram divulgadas no perfil do Facebook do estúdio Skull Tattoo de Buenos Aires. Ao longo deste ano, Maradona e Rocío protagonizaram um grande escândalo na Argentina. Em outubro, a jovem divulgou um vídeo em que aparece sendo agredida pelo ex-jogador em um hotel em Buenos Aires. Na gravação, Maradona se levanta do sofá e se irrita ao ver a companheira mexendo em seu telefone. “Continua olhando meu celular?”, repete o craque, aparentemente embriagado, antes de desferir dois golpes em Rocío. Eles romperam o namoro nesta época, mas fizeram as pazes já no fim do ano.
Também neste ano, Maradona foi flagrado brigando com jovens na saída de uma casa noturna na Croácia. Ao longo de seus 54 anos, o astro que brilhou por Boca Juniors, Barcelona, Napoli e seleção argentina se envolveu em uma série de episódios controversos, que incluem agressões a adversários e jornalistas, ataques pessoais a Pelé e outras confusões com mulheres.