E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

quinta-feira, 7 de março de 2013

Ministério dos Transportes garante licitação de hidrovia para maio deste ano

O prefeito de Marabá, João Salame Neto, participou nesta quarta-feira (6) de reunião realizada no Ministério do Transportes com prefeitos, vereadores e deputados da região do Carajás, para discutir o cronograma de obras consideradas essenciais para a região e que deverão ser executadas este ano pelo Governo Federal.   
O compromisso mais importante assumido por Passos diz respeito às obras de derrocagem do Pedral do Lourenção, considerada estratégica para o desenvolvimento da região do Carajás e de todo o Meio Norte, fundamental para o escoamento da produção e de parte do minério produzidos na região. O Pedral é um trecho de formações rochosas no rio Tocantins, localizado entre Itupiranga e Marabá, que impede a navegação, no período de estiagem na Amazônia, entre Marabá e o Porto de Vila do Conde, em Barcarena, ao norte do Pará. A obra, segundo Passos, será licitada em no máximo dois meses, “talvez até antes”, explicou.
Sobre o estudo executivo que a mineradora Vale deveria ter apresentado em setembro do ano passado para a derrocagem e que seria doado ao Governo Federal, não há sequer prazo para ser entregue. “Com ou sem estudo doado pela Vale, o Governo Federal fará a licitação desta importante obra em até três meses e pretendemos iniciá-la ainda este ano”, prometeu o ministro.
Ficou estabelecido que as lideranças do Sul do Pará voltarão a reunir-se com Passos, em noventa dias, para conferir o andamento do que foi pactuado.
Além de João Salame Neto, prefeito de Marabá, estiveram presentes os deputados federais Giovanni Queiroz (PDT-PA), Beto Faro, Claudio Puty, Miriquinho Batista, Zé Geraldo, Asdrubal Bentes, Zequinha Marinho, a deputada estadual Bernadete Ten Caten, o prefeito de Rio Maria, Valtinho do Ouro e vereadores de municípios da região.