E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

quinta-feira, 28 de março de 2013

Programe-se - Veja aqui todas as atrações dos dois primeiros dias do Centenário de Marabá

Acima a programação completa para os dois primeiros dias da festa do Centenário de Marabá. No sábado (30), claro, o balanço suave - naquela levada um tanto reggae, um tanto cool - de Zeca Baleiro toma conta da bela praça São Félix de Valois.
Já no domingo (31), logo depois do almoço, a partir das 2 da tarde, vale a pena curtir a "barqueata" pelas águas do Tocantins. A seguir, o negócio é voltar para a praça e curtir o barulhinho bom do samba. Atenção especial ao Clube do Choro e à Pirucaba Jazz. Lazer da melhor qualidade para festejar os cem anos de Marabá e preparar a alma para os próximos cem.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Não será permitida publicidade irregular no Centenário de Marabá

O blog foi informado que estão sendo vendidos espaços publicitários em telões que seriam instalados na Praça de São Félix de Valois e na Orla do Tocantins, durante os shows do Centenário de Marabá. Os preços variam, mas podem ultrapassar R$ 800 por 30 segundos de exibição da marca do anunciante.
Em contato com a Secretaria de Cultura, que integra a comissão responsável pelo evento, fui informado que não será permitida a exploração comercial deste tipo de mídia. Algumas empresas que exploram este tipo de mídia chegaram a procurar a Prefeitura. Foram informadas que, desde que tenham os devidos alvarás e autorizações não haveria problema para explorarem os espaços, mas, ao que parece nenhuma delas está legalizada. Assim sendo, nas festividades do Centenário a única publicidade permitida será aquela feita nos telões oficiais do evento e apenas de empresas que patrocinaram os shows.
Nada mais justo. Afinal, foi a parceria entre a Prefeitura de Marabá e estas empresas que tornou possível a realização de shows que prometem atrair grande público e fazer fervilhar a orla do Tocantins desde o dia 30 de março até 7 de abril.
Assim, fica o alerta aos comerciantes que já contrataram este tipo de mídia e que agora correm o risco de perder alguns trocados.
 

Criança morre por septicemia no Hospital Municipal de Marabá. Secretaria de Saúde descarta erro médico.

O secretário municipal de Saúde, Nagib Mutran Neto e o diretor técnico do Hospital Municipal de Marabá (HMM), Alex Freitas, concederam entrevista coletiva à imprensa na tarde desta quarta-feira (27), para falar sobre o caso da menina que morreu na noite de ontem (26) no HMM. Segundo Alex, que é médico infectologista, a criança, Emilly Vitória Medeiros Oliveira, de 4 anos, tinha varicela (catapora), mas desenvolveu outra enfermidade, que a levou a óbito.
Ele explicou que a criança foi atendida na segunda-feira, por volta de 12h30, e foi diagnosticado com catapora já em fase de cura. Foi medicada e liberada para que continuasse o tratamento em casa, como é normal nesse tipo de enfermidade, mas sob a orientação de que, caso apresentasse alguma alteração de seu quadro clínico, retornar ao hospital.No dia seguinte, no final da tarde, a família trouxe a criança novamente e, desta vez, apresentando já o quadro de septicemia (infecção generalizada), falecendo pouco tempo depois. Segundo o especialista não há como detalhar o que causou esse quadro infeccioso, mas ele ressalta que a própria ferida na pele, causada pela catapora, pode ter servido de porta entrada para alguma bactéria.

Pagando em dia - Prefeito de Marabá libera salários de março antes da Semana Santa


O prefeito de Marabá, João Salame Neto, prossegue na dura tarefa de desenterrar as inúmeras "caveiras de burro" deixadas pela desastrosa gestão de Maurino Magalhães, que assolou a cidade por quatro longos anos. Depois de "herdar" mais de R$ 54 milhões em dívidas decorrentes de salários atrasados, Salame vem fazendo das tripas coração para manter equilibrados os gastos da Prefeitura e, principalmente, honrar os pagamentos com fornecedores e funcionários.
Hoje (27), o prefeito anunciou através de seu perfil nas redes sociais a assinatura da transferência bancária para pagar os salários de março, uma parte dos salários de dezembro e o vale-alimentação dos servidores.
Segundo Salame, foram liberados R$ 2.766.537,82 referentes aos salários de março da Saúde e R$ 2.898.063,88 das demais secretarias. Além disso, foram liberados mais R$ 1.608.302,74, referentes aos salários de dezembro da Saúde e de outras secretarias.
"Ontem (26), paguei a Cooperativa de Anestesistas que atuam nos hospitais de Marabá e o serviço de Deficientes Renais Crônicos. Quase um milhão de reais para dois serviços importantes da saúde pública de Marabá. Cumpre ressaltar que recebi a prefeitura com uma dívida de mais de R$ 300 mil com os anestesistas", informou ainda Salame.
Foram pagos ainda R$ 1.128.400,00 do vale-alimentação de abril e R$ 392.138,22 da segunda das 24 parcelas do vale-alimentação que a gestão anterior deixou em atraso.
"Amanhã o dinheiro estará nas contas dos servidores para que possam passar uma Semana Santa mais tranquila", comemorou Salame. Ao todo, o desembolso de Marabá com pagamentos de pessoal e fornecedores alcançou R$ 17.401.088,34.

segunda-feira, 25 de março de 2013

HMI divulga nota esclarecendo morte de mais uma paciente

Maria Jassiara Lopes dos Santos, 40 anos, faleceu na tarde de ontem (24), no Hospital Materno Infantil (HMI). Ela havia dado entrada no hospital para realizar o parto de seu terceiro filho, no dia 19 deste mês.
Em função de seu quadro clínico, a equipe médica do HMI avaliava como de alto risco realizar o procedimento no hospital e pediu a remoção da paciente para o Hospital Regional do Sudeste do Pará, administrado pelo Governo do Estado, mas não recebeu resposta. Um dos exames solicitados, de ressonância magnética, chegou a ser realizado no Hospital Regional, mas o resultado está previsto para o dia 4 de abril!
Ontem, ainda no HMI, foi realizado novo exame que constatou sofrimento fetal, obrigando o parto de urgência. Durante o procedimento, a paciente teve duas paradas cardíacas e faleceu. A criança sobreviveu e está em uma unidade de cuidado intensivo à espera de vaga na UTI do Regional.
É o segundo caso, este ano, de morte de parturientes no HMI. Outro caso, envolvendo a morte de uma jovem e seu bebê, está sendo apurado pela Secretaria Municipal de Saúde, por determinação do prefeito João Salame e do secretário Nagib Mutran. Aguarda-se para os próximos dias o laudo do Instituto Medico Legal para confirmar ou descartar negligência médica no atendimento.
No caso de Jassiara, os médicos afirmam que a família sabia dos enormes riscos de morte que corria a paciente e que tudo foi feito para salvá-la. Agora, a equipe do HMI corre contra o tempo para salvar a vida do bebê.
Segue a nota de esclarecimento divulgada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Marabá.

Obras e Defesa Civil agem para reparar danos causados por tempestade em Marabá


A forte chuva que caiu sobre Marabá na tarde deste domingo (24) causou sérios transtornos e alagamentos em diversas áreas da cidade.  Mas, a Secretaria Municipal de Viação e Obras (Sevop) desde a noite de ontem, tem tomado todas as medidas para amenizar os danos causados pela tempestade.
Técnicos da Sevop fizeram atendimentos de urgência nos lugares mais críticos, como por exemplo, na Grota Criminosa nas folhas 27 e 22; Bairro da Paz; e nas áreas próximas à Avenida Manaus.
A Sevop mobilizou homens e máquinas para reparos emergenciais. Retroescavadeiras foram acionadas para fazer o desentupimento dos canais e caminhões equipados com bombas de sucção utilizados para tirar a águas das casas alagadas.
Hoje (25) foram colocados à disposição da coordenação de Defesa Civil sete caminhões e mais 50 homens para ajudar nos serviços de limpeza e atendimento aos moradores atingidos.
No final da tarde de hoje, a Defesa Civil divulgará um balanço dos danos causados e das medidas tomadas para contê-los.
Desde janeiro deste ano, a Prefeitura de Marabá, através das Secretarias de Obras e de Serviços Urbanos (Semsur), vem intensificando as ações de limpeza e conservação de canais, valas e bueiros, além de regularizar os serviços de coleta de lixo em toda a cidade, visando justamente prevenir danos causados pelas chuvas que costumam castigar a região nesta época do ano.
Técnicos da Sevop e da Semsur pedem aos moradores que colaborem com as ações da Prefeitura, evitando despejar lixo e entulhos nas áreas próximas aos canais e valas da cidade, uma das causas dos alagamentos. (Com Ascom/PMM)

sexta-feira, 22 de março de 2013

Pesquisa Datafolha - Dilma tem 58% das intenções de voto. Marina, 16%.

A mais nova pesquisa Datafolha de intenções de voto para a Presidência da República mostra a presidente Dilma Rousseff liderando, muito à frente da segunda colocada. Eleição hoje, a petista ganharia com as mãos às costas. Dilma teria 58%, seguida pela ex-senadora Marina Silva, que tenta fundar sua própria sigla, a Rede, com 16%.
Atrás aparecem o senador Aécio Neves (PSDB-MG), com 10%, e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que aparece com 6% das intenções de voto. Neste cenário, 6% declararam voto nulo ou em branco, e 3% disseram não saber em quem votar.
Na pesquisa anterior, realizada em dezembro do ano passado, Dilma tinha 54%, Marina aparecia com 18%, Aécio, 12%, e Campos, 4%.
A pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 21 de março e ouviu 2.653 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

ATENÇÃO - Vale vai ceder área da Ferro Gusa para Votorantim. É mais um golpe contra Marabá!

A Vale prepara mais um golpe contra Marabá. 
Fonte do blog garante que a mineradora pretende ceder a área da Ferro Gusa Carajás, no Distrito Industrial de Marabá para a Votorantim.
O processo de negociação está bem avançado e a decisão pode ser anunciada nos próximos dias. A Votorantim há tempos procura uma área para instalar sua fábrica de cimento em Marabá e a “generosa” oferta da Vale vem bem a calhar.
Mas, a graciosa cessão da área pela Vale não consegue esconder o total descompromisso da mineradora com o beneficiamento de minério de ferro no Pará e, especialmente, em Marabá.
Depois de anunciar com estardalhaço a implantação do empreendimento, em 2005, a Vale desativou a Ferro Gusa em 2011.
Alguns milhares de empregos simplesmente evaporaram em Marabá. E os danos sociais decorrentes do desemprego em massa? Bom, para a Vale são considerados meros “efeitos colaterais”, com os quais não tem qualquer responsabilidade!
Na época, a mineradora alegou que não havia carvão certificado em quantidade suficiente para abastecer os fornos da Ferro Gusa e por isso suspendeu suas atividades.
Dois anos depois a realidade é outra. Já existe estoque de carvão certificado em quantidade suficiente. O que falta é compromisso da Vale com uma cidade que necessita desesperadamente de mais postos de trabalho.
A má-vontade da Vale em relação à Marabá não surpreende. 
Intimada a contribuir com o projeto executivo da Hidrovia Araguaia-Tocantins pela presidente Dilma, a mineradora se fez de morta. Atrasou, sem explicação plausível, a entrega do projeto que somente vai sair por conta do empenho de algumas lideranças marabaenses e do compromisso assumido por Dilma e Lula.
Esta é a postura da Vale.
A decisão de virar as costas para Marabá, com certeza, é definida pelos executivos da Vale como “pragmatismo”, “foco nos resultados” ou qualquer outra formulação extraída dos manuais do “administrês”.
O nome correto, porém, é bem diferente: TRATA-SE DE GESTÃO PREDATÓRIA, baseada na falta de responsabilidade social. Será que a Vale imagina que os caraminguás que paga a título de "royalties" significa algum tipo de "alvará" para impactar o meio ambiente e a sociedade da forma que achar conveniente? Pensa a mineradora que patrocinar um showzinho ou outro, plantar algumas árvores ou distribuir meia dúzia de "patrocínios" a tornam isenta de responsabilidade pelo crescimento desordenado que cada um de seus projetos desencadeia?
É claro que a Vale sabe que deve, e muito, ao Pará e a Marabá. O problema é que A VALE NÃO SE IMPORTA COM ISSO! A VALE CONSIDERA-SE INIMPUTÁVEL!
Agora, resta saber o que farão as lideranças marabaenses. Ficarão calados? Aceitarão que, sem qualquer justificativa razoável, a Vale simplesmente encerre suas operações em Marabá? Considerando a facilidade com que a Vale desiste de um empreendimento já instalado como a Ferro Gusa, quais as chances de implantar a Alpa? Até quando vamos viver de expectativas frustradas? Até quando seremos o playground da Vale? Falta o que mesmo para exigirmos desta empresa que assuma o ônus social por suas decisões?
Bom, denúncia feita, com a palavra nossos líderes...

quarta-feira, 20 de março de 2013

"Marabá está fadada a dar certo", diz Salame na TV ou A fantasia tucana em frangalhos.

O título pode parecer contrastante demasiado, mas vocês verão como a visão de um futuro promissor possível e desejável consegue deixar em ruínas certas fantasias. Allez, mes enfants!
Na noite de ontem (19), o prefeito de Marabá João Salame Neto foi um dos entrevistados no programa Argumento, apresentado por Mauro Bonna, na RBATV. O outro, Luis Fernandes, secretário de Segurança Pública do Pará, havia acabado de pintar em cores brilhantes o presente do Pará, sob o olhar condescendente do apresentador, quando João, por um desses acasos perfeitos, nos fez sair do conto-de-fadas tucano e nos obrigou a encarar a dura realidade cotidiana de um Estado que bate todos os recordes de violência, abandono e incompetência.
João mostrou a situação lastimável na qual recebeu a Administração Municipal, com dívidas que somadas ultrapassam em muitos milhões a capacidade de pagamento e comprometem a possibilidade de investimentos com recursos próprios. Reconheceu que sem ajuda seria impossível atender às demandas de Marabá, quase todas urgentes e aguardadas por décadas.
João frisou que, enquanto o Governo Federal demonstra alguma boa vontade para realizar obras estruturantes em Marabá - derrocamento do Pedral do Lourenção, UNIFESSPA, asfalto e saneamento - o governo de Jatene vive propagandeando obras contratadas, em sua maioria, ainda pelo governo de Ana Júlia Carepa, como é o caso das obras da Cosanpa e a construção do Centro de Convenções. De dinheiro "novo" apenas a reforma da UTI do Hospital Regional, que já não atende mais às necessidades da região.
Bem ao seu estilo, João botou o dedo na ferida, ao lembrar que, enquanto Belém - sob a administração do tucaninho de estimação de Jatene - recebia um "mimo" de R$ 10 milhões apenas para "limpar as ruas", as prefeituras do interior ficaram mais uma vez de mãos abanando e ainda aguardam as migalhas que lhe venham a cair no prato.
Mas, demonstrando espírito público, Salame ressalvou que, guardadas as diferenças políticas, está de portas abertas para receber investimentos do Governo do Estado. Claro que para que isso aconteça, Jatene teria que romper a inércia que engessa seu governo. Portanto, há pouca esperança.
As eleições da AMAT também foram abordadas. Sem tergiversar, João lembrou a forma bem pouco republicana com que comportou-se Jatene na disputa, oferecendo vantagens aos prefeitos que aceitassem sua tutela. Referiu, algo já dito aqui neste blog, como a AMAT perdeu sua razão de ser. Tornou-se uma instituição inútil e cara. Sair da AMAT foi apenas uma medida de economia de recursos públicos. Não nos fará falta.
O momento de humor ficou por conta do apresentador que sugeriu haver interesse de Jatene em gastar seus caraminguás com a derrocagem do Lourenção. Ora, considerando que Jatene nega-se em pagar plantões para policiais nas delegacias por alegada falta de dinheiro, é piada de péssimo gosto sugerir que o tucano teria disposição para bancar as obras que garantirão a hidrovia. Diplomático, João sorriu de lado e afirmou que "seria um ato de extrema coragem" de Jatene custear as obras. Eu, na poltrona da sala, caí na gargalhada.  
Ao final, Salame demonstrou todo seu otimismo. "Apesar dos governos, Marabá está fadada a dar certo", disse o prefeito. Com isso, Salame mostra que a decisão de fazer dar certo nossa cidade não está nas mãos de governantes. Prefeitura, Governo do Estado e União Federal podem, no máximo e quando bem geridos, ser indutores de desenvolvimento. Só nós, os que votam e pagam impostos, poderemos construir Marabá de acordo com nossos sonhos e necessidades, sem tutelas, sem cabresto.
Concluo dizendo apenas que a entrevista de Salame, mostrando a realidade dura que vivemos, rasgou a fantasia cor-de-rosa que o secretario de Segurança Pública, minutos antes, havia tentado vender ao distinto público. Nestes tempos bicudos que correm, são raros os gestores com coragem suficiente para, em nome de uma visão ideológica e compromisso com sua história, contestar a lógica canalha baseada na submissão e no apoio cego e incondicional ao régulo de turno. Lembrando os tempos do Plebiscito, ontem, Salame voltou a ser a nossa voz, a voz de 97% da população do futuro Estado do Carajás, que não suporta mais o descaso e a omissão do Governo de Estado, a voz daqueles que acreditam que, nem que seja na base da picareta, haveremos de dividir o ingovernável Pará e construir Carajás. 
Carajás, sempre!

Inaugurado em Marabá o Relógio do Centenário.


Contando com a presença do prefeito de Marabá, João Salame Neto e da primeira dama, Bia Salame, foi inaugurado na manhã do último sábado (15), o Relógio do Centenário, que fará a contagem regressiva para as comemorações do aniversário de Marabá, no dia 5 de abril.
O relógio, instalado na Praça Duque de Caxias, na Marabá Pioneira, é uma doação das Organizações Rômulo Maiorana (ORM), através da TV Liberal/Marabá em parceria com Serviço Social da Indústria (SESI), Grupo Leolar, Carajás da Sorte, Cred-Shop e Grupo Revemar.
Participaram da solenidade, além de João e Bia Salame, a diretora das ORM, Carla Gil, o gerente da TV Liberal/Marabá, André Silva, a gerente da unidade do Sesi/Marabá, Soraia Remó e o líder do governo na Câmara, vereador Pedro Sousa.
Após as comemorações do Centenário de Marabá, o Relógio passará a veicular diversas informações de utilidade pública. (Com Ascom/PMM)

Morre Emílio Santiago

O cantor Emílio Santiago, de 66 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (20) no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. De acordo com o hospital, o artista morreu em função de complicações decorrentes de um acidente vascular cerebral isquêmico (AVC) que sofreu no dia 7 de março.
Emílio Santiago morreu às 6h30, após permanecer 13 dias internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI). O velório do cantor será realizado na Câmara de Vereadores do Rio, no Centro, a partir das 11h desta quarta, e será aberto ao público. O enterro do artista acontecerá às 11h da quinta-feira (21) no Memorial do Carmo, no Caju, na Região Portuária do Rio. Ele será enterrado ao lado do local onde sua mãe foi sepultada.
Vencedor de diversos festivais de música, Emílio iniciou a carreira na década de 70 e gravou grandes sucessos como "Saigon", "Lembra de mim" e "Verdade chinesa". O último disco do cantor foi "Só danço samba (ao vivo)", lançado em 2012, junto com um DVD. Que descanse em paz.
Fiquem com a inesquecível "Verdade Chinesa".

À noite, Secretário de Segurança do Pará garante "um delegado por município até o fim do ano". De manhã é desmentido pelos fatos!

O secretario de Segurança Pública do Estado do Pará, Luis Fernandes foi o entrevistado, no primeiro bloco do programa Argumento, de ontem (19), apresentado por Mauro Bonna e transmitido pela RBATV para todo o Pará,  O que se viu, previsivelmente, foi a descrição de um cenário com acentuados tons de rosa. Protocolarmente, Fernandes admitiu "alguns problemas", para em seguida deitar falação sobre os "altos investimentos que o Governador Simão Jatene" está fazendo no setor.
Fernandes afirmou que assassinato de policiais é balela (segundo ele, foram apenas dois casos em 2012 e um, até agora, em 2013); que serão alugadas 1.000 viaturas e compradas 400 motos; que o monitoramento por câmeras será ampliado e que o contingente efetivo da PM será ampliado em mais de 5 mil homens.
Fernandes desfiou este rosário de "bondades" sob o beneplácito de Bonna. O sempre tão incisivo - e por vezes chato - entrevistador, diante de Fernandes tornou-se manso tal qual um cordeiro e no mais das vezes "levantou a bola" para o secretário de Jatene chutar de primeira. Tivesse sido ensaiada, a entrevista não poderia ser mais "amigável".
Faltaram perguntas óbvias: se tudo vai bem, por que o Pará ostenta índices "alagoanos" de homicídios? Por que, em Paragominas uma mulher tem 7 vezes mais chance de ser agredida que em qualquer outra cidade do País? Por que bancários, comerciantes e vivem em "estado de sítio", sem saber se voltarão vivos para casa, ao final de um dia de trabalho? Por que Marabá perde, para o crime e para as drogas, centenas de jovens e adolescentes a cada ano? Por que os moradores de bairros periféricos que utilizam os micro-ônibus sabem que, a qualquer momento, podem aparecer na TV como vítimas de sequestros ou virar reféns de um "de menor"? Quem é o feliz proprietário da empresa que alugará 1.000 carros para Jatene? Estaremos diante de uma nova "Delta", empresa-amiga do tucanato? Por que o sistema de monitoramento por câmeras não consegue passar da divisa Belém-Ananindeua?
Contudo, o pior estaria por vir.
Fernandes tratou de afirmar que não faltam delegados e que as delegacias estão quase todas funcionando com "equipes completas" - contariam com delegado, escrivão e investigador, tudo dentro da normalidade. A Segurança, aos olhos de Fernandes, é show de bola! Garantiu que até helicópteros estão disponíveis para combater o crime!
Bastaram sete horas para que o secretário de Segurança fosse amplamente desmentido. Na manhã de hoje (20), a TV Liberal mostrou que são mais de 40 (QUARENTA) os municípios que não contam com um delegado sequer! Alguns delegados chegam a responder por cinco ou seis municípios. Claro que aparecem apenas quando um crime grave é cometido. Como não moram no local, "fazem" a ocorrência e vão embora. Deixam de ser delegados e tornam-se "anotadores", a registrar para a posteridade os corpos que a irresponsabilidade do Governo do Pará deixou espalhados. As chances de elucidar os crimes são as mesmas que tem o Sargento Garcia para capturar o Zorro. Delegacias permanecem fechadas - na capital e no interior - durante à noite. Plantão 24 horas, nem pensar. JATENE MANDOU CORTAR. Pior: a história de, ainda este ano, oferecer um delegado a cada município, é ficção barata, sem qualquer chance de se realizar. Ainda que aprovados fossem chamados ou novo concurso realizado, seriam necessários meses, quase ano, para que os bacharéis fossem treinados e estivessem aptos ao exercício do cargo!
Fernandes não foi contraditado por Bonna e deve ter saído da RBATV satisfeito consigo mesmo e quem sabe, ido ao Benjamin, restaurante trés chic do todo-poderoso secretário de Estado Sérgio Leão para saborear um stinco de carneiro de forno acompanhado de arroz de lentilhas. Por tantos e tão bons serviços prestados - ao tucanato, bem dito - Fernandes bem que merece! Vai um petit gateau, aí, secretário?

Marabá divulga programação do Centenário. A gospel Mila Carvalho é incluída na programação.

A Secretaria de Cultura de Marabá divulgou a programação das comemorações do Centenário da cidade. De 30 de março até 21 de abril serão diversas atividades artísticas e culturais que movimentarão a “Pioneira”. Shows de artistas locais e nacionais, oficinas de artes e até mesmo uma “barqueata” integrarão os festejos.
Na programação de showa, a novidade é a inclusão da cantora gospel Mila Carvalho. Ela se apresenta no dia 3 de abril, na mesma noite do show de André Valadão. Antes que os que reclamam por um show de artista católico comecem a queimar suas vestes, o blog foi informado que pode ser confirmado nos próximos dias a participação do padre Reginaldo Manzotti. Sem verba destinada ao pagamento de cachês, a Prefeitura de Marabá firmou diversas parcerias para viabilizar a presença de artistas locais e nacionais na festa e, por óbvio que seja, depende do patrocínio de empresas para financiar o ziriguidum. Esperemos que algum bom católico, talvez tocado pelos eflúvios advindos da unção do Papa Francisco, manifeste-se para garantir a contratação de um show católico.     
Veja a seguir a íntegra da programação:

Correios lança em abril selo do Centenário de Marabá


O Correios realiza no dia 2 de abril o lançamento do Selo Comemorativo ao Centenário de Marabá. A solenidade acontece no plenário da Câmara Municipal da cidade, a partir das 17h e contará com a presença de representantes da empresa e de autoridades municipais.
Na oportunidade, será lançado ainda um cartão postal alusivo à data.
O selo - que você vê na imagem que ilustra o post - apresenta em seu lado esquerdo a bandeira do Brasil e sobreposta a ela o mapa estilizado com a representação do ipê, árvore-símbolo do país. No lado direito, o selo apresenta a arte de Leizo Alisson, vencedora do concurso promovido pela Secretaria Municipal de Cultura.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Militantes gays provocam novo tumulto na Comissão de Direitos Humanos da Câmara

A primeira reunião da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDH) da Câmara sob a presidência do deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) foi marcada hoje (13) por protestos de militantes gays, apoio de evangélicos ao pastor e por bate-boca entre parlamentares. Em clima tenso e de muita gritaria e sem a presença de deputados do PT e PSOL, foram aprovados requerimentos de audiências públicas.
Antes mesmo do início da sessão, manifestantes pró e contra o pastor Feliciano ocupavam lugares na comissão. Na abertura dos trabalhos, deputados do PT tentaram obstruir a sessão, mas não conseguiram. Com a maioria do colegiado, os deputados da bancada evangélica deram seguimento à reunião.
A todo instante, o deputado Marco Feliciano era interrompido por gritos de ordem dos manifestantes contrários a sua permanência na presidência da comissão. Por diversas vezes, ele ameaçou retirá-los do plenário. “Aqui não tem laia. Respeitem para ter respeito”, disse.
Apesar dos protestos e do clima tenso, o deputado Marco Feliciano permaneceu calmo e deu prosseguimento à votação de requerimento. Ao todo, foram aprovados, em votação simbólica, sete requerimentos propondo diversas audiências públicas. Ontem (12), a pauta da comissão previa a votação de requerimentos considerados polêmicos, entre eles o plebiscito sobre o casamento civil de pessoas do mesmo sexo e a aplicação de penas para crimes praticados contra heterossexuais.

Habemus papam! Vida longa, Francisco!

O arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos, é o novo papa e sucessor de Bento XVI na chefia da Igreja Católica. É o primeiro pontífice latino-americano e jesuíta. Ele também é o primeiro a assumir o pontificado com o antecessor vivo em 600 anos e adotará o nome de Francisco.
Bergoglio nasceu em Buenos Aires, a 17 de dezembro de 1936, de uma modesta família de origem italiana. Entrou em 1958 na Companhia de Jesus e foi ordenado padre em 1969. Fez a profissão perpétua em 1973. Foi mestre de noviços e professor de teologia.
Ele se tornou arcebispo de Buenos Aires em 1998 e foi nomeado cardeal em 2001, por João Paulo II. O nome do cardeal argentino não aparecia entre os mais cotados antes e durante o conclave, que reuniu 115 cardeais por dois dias.

Por maioria, TRE rejeita contas de Nagib e Júlia Rosa.

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará, por 3 votos a 1, decidiu manter a decisão do juiz eleitoral de Marabá que rejeitou as prestações de contas eleitorais do vereador licenciado Nagib Mutran Neto - que exerce o cargo de secretário de Saúde de Marabá e da vereadora Júlia Rosa, presidente da Câmara Municipal.
O TRE entendeu que uma das empresas que contribuiu para o fundo de campanha dos dois parlamentares não poderia fazê-lo. É que a legislação estabelece o limite de doação em 2% do faturamento anual declarado à Receita Federal no exercício fiscal imediatamente anterior. Ocorre que a empresa doadora, constituída em 2011, não poderia, em 2012, ter feito qualquer declaração de rendimentos.
Como não foi possível aferir a lisura da doação, o TRE decidiu pela manutenção da decisão exarada em primeiro grau, para rejeitar as prestações de contas dos parlamentares marabaenses.
Segundo a defesa dos vereadores, os beneficiários não tinham conhecimento que a empresa doadora não tinha condições legais para efetuar a doação. Além disso, a empresa faz parte de um grupo empresarial com  muitos anos de atividade empresarial. Alegam, por fim, que os parlamentares fizeram a devolução da doação. Eles devem recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, visando reverter a decisão da Corte eleitoral estadual.
Com a decisão, ambos ficam impossibilitados de concorrer em qualquer eleição, até que seja revista a sentença. É que seria impossível, para ambos, conseguir a Certidão de Quitação Eleitoral, documento indispensável ao registro de qualquer candidatura.
Pior que isso: a decisão do TRE do Pará servirá para dar ainda mais força a outra ação já proposta pelo Ministério Público, em Marabá, que pede a cassação dos registros de Nagib e Júlia Rosa por abuso do poder econômico. Caso sejam condenados nesta outra ação, os parlamentares perderão os mandatos e ficarão inelegíveis pelos próximos oito anos.

Salame rebate críticas sobre shows no Centenário de Marabá

Quem conhece João Salame sabe que dificilmente guarda "do almoço para a janta". O prefeito de Marabá costuma responder às críticas em pouco tempo e sempre de forma incisiva. Recentemente, após anunciar as atrações artísticas do Centenário, críticas espocaram em função da ausência de cantores evangélicos. Salame não se manifestou, mas articulou a inclusão de André Valadão entre as atrações. A seguir foi a vez dos católicos reivindicarem um representante na festa. Desta vez, Salame tratou de esclarecer. "Na realidade a prefeitura não tem dinheiro para bancar os shows que estamos trazendo. São empresários que estão patrocinando. Pelo simples fato de que temos que priorizar o pagamento dos salários atrasados dos servidores, colocar para funcionar o Centro Cirúrgico do Hospital Municipal, reformar e construir escolas, garantir a merenda escolar, limpar a cidade e recuperar as ruas que estão intrafegáveis", disse Salame através de seu perfil no Facebook.
Acertadamente, a Administração Municipal está colocando-se à disposição para executar, com todo o carinho e brilho que merece, a festa do Centenário, mas em tempos de contenção de despesas, gastar dinheiro público com pagamentos de cachês elevados soaria mesmo como um presente às avessas para Marabá.
Os empresários que estão associando suas marcas à festa do Centenário, claro, não o fazem de graça. Estão de olho na possibilidade de soerguimento da Prefeitura de Marabá, marca que andou combalida, desvalorizada e sem credibilidade nos últimos anos. A eleição de João Salame, ano passado, e suas primeiras medidas à frente da Prefeitura acabaram por fazer renascer a expectativa que, afinal, Marabá tem futuro desde que bem administrada.
Além disso, fica muito mais em conta cada patrocinador arcar com partes dos custos e veicular seus anúncios e marcas de forma coordenada e eficiente para um público de milhares de pessoas que participarão das atividades.      
João Salame, como sempre rápido no gatilho, foi direto ao alvo. "Estamos esperando que os empresários católicos, que são em número muito maior que os evangélicos em Marabá, também façam a sua contribuição", escreveu Salame.
Leia a seguir a íntegra da manifestação de João Salame.

CNI e Antaq discutem parceria com finlandeses para explorar portos

Em meio às discussões no Congresso Nacional sobre a MP dos Portos, uma comitiva de 34 empresários finlandeses, liderada pelo ministro de Assuntos Econômicos Jan Vapaavuori, desembarcou em Brasília (DF) nesta terça-feira (12), em busca de aumentar seus negócios no setor. Eles se encontraram com o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Pedro Brito, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), para discutir detalhes da situação portuária no Brasil.
Os finlandeses ouviram que o governo federal aumentará os investimentos em infraestrutura. Mesmo assim, precisará de parceiros internacionais para atingir seu objetivo: diminuir os custos e o tempo de desembaraço das mercadorias nos portos brasileiros, que atualmente é de cinco dias, em média. Na Europa, o prazo médio é de um dia e nos Estados Unidos, um e meio.

terça-feira, 12 de março de 2013

Para cumprir metas fiscais e evitar penalidades, Salame aperta o cinto em Marabá

É séria a crise em Marabá. Com as contas públicas destroçadas desde a calamitosa gestão de Maurino Magalhães, a "Cidade-Relicário" equilibra-se sobre o fio da navalha.
Ao assumir, o prefeito João Salame Neto buscou colocar ordem "em casa de Noca", mas a tarefa é difícil. No último final de semana, Salame tomou um baita susto ao constatar que, mesmo com as medidas de contenção de gastos adotadas desde janeiro, a folha de pagamento pode ultrapassar o limite legal e alcançar 52,6% da Receita Corrente Líquida (RCL). 
Salame já suspendeu o pagamento de horas extras e restringiu as contratações às áreas essenciais - principalmente Saúde e Educação.
“Quando o limite prudencial é ultrapassado, alguns repasses de recursos já correm risco. A Lei proíbe o aumento da despesa com pessoal por parte do gestor, sob pena de reclusão de um a quatro anos, além de ferir a capacidade de investimento com recursos próprios”, disse Salame.
Na quinta-feira (14), Salame deve conversar com os vereadores e na sexta-feira (15) será a vez do secretariado ouvir do prefeito que deverão apertar um furo a mais no cinto.
O maior temor de Salame é que, com o descumprimento das metas fiscais, Marabá perca os investimentos federais que estão engatilhados e que devem garantir a realização de grandes obras.
“Para arrumar este município vivendo cenário de devastação, não tenho outra saída que não seja adotar medidas duras, penalizando até mesmo pessoas que me acompanham politicamente há tempo. Ou se adota ações radicais, ou o agravamento do que já é gravíssimo atingirá muito mais pessoas, principalmente as mais carentes”, conclui Salame.

Fumaça preta - 1º dia de conclave encerrado sem definição sobre novo papa

A primeira votação do conclave, realizada na tarde desta terça-feira (12), terminou sem a escolha do novo papa. Às 15h41 (horário de Brasília) a chaminé da capela Sistina soltou fumaça de cor preta, indicando que os cardeais não chegaram a um consenso sobre o próximo líder da Igreja Católica Apostólica Romana.
Amanhã os cardeais voltam a se reunir para realizar outras quatro votações --duas pela amanhã e duas à tarde. A fumaça (negra ou branca) deverá sair por volta de 12h (7h em Brasília) ou 19h (14h em Brasília). Caso o novo papa seja escolhido, a fumaça que sairá da chaminé será a de cor branca, e os sinos da basílica de São Pedro tocarão para reforçar o anúncio do novo sumo pontífice.
Iniciado 12 dias após a renúncia de Bento XVI, o processo de escolha do novo papa é realizada por 115 cardeais.
Há dois nomes apontados pela imprensa internacional como os principais favoritos a ocupar o cargo mais alto da Igreja Católica: Agnelo Scala (Itália) e Oldilo Scherer (Brasil).
A lista dos possíveis papas também estão Gianfranco Ravasi (italiano), Péter Erdo (húngaro), Marc Ouellet (canadense), Timothy Dolan (norte-americano) e Sean Patrick O' Malley (norte-americano). Todos são considerados conservadores, mas cada um dispõe de características singulares que o diferenciam dos demais.

Depois de crise de angina, Veríssimo recebe alta em Porto Alegre

Luis Fernando Verissimo teve alta do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, na tarde desta terça-feira (12). Ele havia sido internado no último sábado (9) com quadro fortes dores no peito. Os exames apontaram uma crise de angina.
Segundo o boletim médico, Verissimo apresentou "recuperação favorável do quadro cardiológico que motivou sua internação". Ele estava no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital.
Em novembro, escritor gaúcho de 76 anos ficou internado por 24 dias, e recebeu alta no dia 14 de dezembro. Ele foi internado com uma infecção generalizada, febre e dores musculares e fadiga. Nos exames, foi identificada a presença do vírus da influenza sazonal ou gripe comum.
Filho do escritor Érico Verissimo, Luis Fernando nasceu em Porto Alegre e é muito conhecido pelas crônicas e textos de humor publicados em diversos jornais do país. É também cartunista e tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro e músico.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Marcos Feliciano vai processar Xuxa. "Monstro", disse a artista sobre o pastor.

N'O Globo, hoje (11):
O deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) afirmou na noite de domingo em seu perfil no Twitter que vai processar a apresentadora Xuxa Meneghel, que usou o Facebook para se manifestar contra a eleição do pastor para a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.
“E sobre o que disse Xuxa, minha assessoria jurídica prepara o processo. Durmam em paz”, disse o pastor no microblog.
Na sexta-feira, a apresentadora disse no Facebook: “Todos os religiosos sabem que eu respeito todas as religiões, mas esse homem não é um religioso, é um monstro. Em nome de Deus, ele não pode ter esse poder”. E concluiu: “essa pessoa não pode ser presidente da comissão de direitos humanos. Ele não pode ter esse espaço para usar, pisar e denegrir o ser humano”.
Ainda no Twitter, o pastor disse que está com um dossiê para entregar à Polícia Federal, com dezenas de páginas impressas com ameaças de morte contra ele.
“Boletim de ocorrência feito. Tomarei as devidas providências. Eu sempre denunciei e agora ai esta a confirmação. Perseguição Religiosa!”, escreveu no Twitter.
O pastor retuitou a mensagem do internauta Júnior Souza, que disse ter conversando com Feliciano por telefone.

“Acabei de falar com o mano @marcofeliciano nunca o vi assim. Voz pesada preocupado chorando ao falar da pressão que sua família passou”.
Feliciano também aproveitou para retuitar outra mensagem em seu favor, a do pastor Silas Malafaia, que prometeu sair em defesa do parlamentar.
“Não perca o programa Vitória em Cristo do próximo sábado. Falarei sobre o que está por trás da campanha contra o pastor Marcos Feliciano”, escreveu Silas Malafaia, que já havia defendido Feliciano em entrevista ao Globo.
Alvo de manifestações em pelo menos sete cidades no último sábado por causa da sua eleição para a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Feliciano quer unir evangélicos e católicos num ato de desagravo a ele. Pelas rede sociais, o parlamentar, pastor e fundador da Tempo de Avivamento, convocou líderes religiosos para discutir, nesta segunda-feira (11) à noite, o futuro das igrejas diante do que chama da “batalha contra a família brasileira”.

Jornal afirma que Vaticano é dono de complexo que abriga sauna gay. Cardeais moram no prédio.

Apenas um dia antes do início do conclave que vai eleger o Papa que substituirá Bento XVI, um novo escândalo sobre o Vaticano tomou conta da imprensa internacional. De acordo com o jornal inglês Independent, a Igreja teria gasto € 23 milhões (mais de R$ 58 milhões) em apartamentos de um prédio em Roma que abriga nada menos que a maior sauna gay da Europa.
Pelo menos 18 dos cardeais responsáveis pela escolha do Pontífice moram no local. Um deles é Ivan Dias, chefe da Congregação para Evangelização dos Povos, de 76 anos, que vive no mesmo andar onde funciona a sauna. Visto como um conservador, mesmo para os padrões atuais da Igreja, o ex-arcebispo de Bombaim teria ficado “horrorizado” com a descoberta. Uma de suas crenças é de que gays e lésbicas podem ser curados de suas “tendências não naturais através do sacramento da penitência”.
Segundo a imprensa local, o investimento no imóvel, realizado em 2008 pelo cardeal Tarcisio Bertone, foi realizado graças a generosos benefícios fiscais recebidos pela Igreja Católica durante o governo de Silvio Berlusconi. A propriedade é reconhecida como parte da Cidade Santa.
Leitores de sites gays italianos foram rápidos em fazer piadas sobre o tema.
“Se você não pode ir a uma sauna gay por medo de ser visto, o que você faz com milhões de euros roubados de italianos? Compra um bloco de apartamentos com a sauna dentro”, dizia um dos comentários do “Gay.it”.
A denúncia acontece em um momento delicado para a Igreja, que ainda se recupera de especulações a respeito da renúncia de Bento XVI. Chegou a ser dito que a saída do teólogo alemão ocorreu devido à presença de cardeais homossexuais dentro do Vaticano.

Construção de ponte entre São Geraldo e Xambioá pode começar ainda este ano

Através de sua assessoria de imprensa, à frente o amigo Val-André Mutran, o deputado federal Giovanni Queiroz (PDT-PA) informou que o Ministro dos Transportes comunicou-lhe na tarde desta segunda-feira (11), que o projeto da construção da ponte sobre o Rio Araguaia que liga os municípios de Xambioá (TO) a São Gerado do Araguaia (PA) foi entregue no último dia 06 de março no Ministério e se não houver atraso no processo a obra terá início ainda este ano.
Segundo Aline Diguiv, assessora do ministro, a pasta aprovará o projeto até o dia 15 de abril e a licitação será publicada no dia 15 de maio.
A obra custará cerca de R$ 150 milhões, terá aproximadamente um quilômetro de extensão e se o cronograma previsto pelo ministério não sofrer atrasos, o início da construção se dará este ano e deve durar pelo menos três anos.
A ponte permitirá um acesso ainda mais rápido entre o estados do Tocantins e a região do Carajás, substituindo as balsas que atualmente fazem o transbordo de veículos entre as margens do Araguaia. A rota que passa por Marabá, indo em direção de São Domingos e São Geraldo e daí ao Tocantins tem a preferência entre os motoristas que evitam, sempre que podem, trafegar em direção à Conceição do Araguaia, tornada praticamente intrafegável pelo descaso governamental.

"Branquinha" nem pensar - No Rio só cerveja nos estádios

Não serviu para absolutamente nada a mobilização de alguns parlamentares contra a venda de cervejas nos estádios. O presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes, divulgou uma resolução nesta segunda-feira (11) autorizando a venda de cerveja em estádios cariocas a partir desta sexta-feira, 15 de março.
A venda poderá ocorrer em bares ou pontos de venda dos estádios, fora dos limites das tribunas, cadeiras e arquibancadas. Será possível comprar cerveja no período de duas horas e até 15 minutos antes do início da partida, e no intervalo. Está proibida a comercialização durante e depois dos jogos. Está proibida também a venda de bebidas alcoólicas destiladas.
Ou seja, o lobby da cerveja mostrou-se muito eficiente. Já a turma da "pinga" não foi contemplada pelas bençãos da cartolagem. A questão agora é saber quanto tempo até que a medida acabe se estendendo a todos os estádios brasileiros.

Crise argentina faz Vale suspender projeto "Rio Colorado"

A mineradora Vale informou hoje (11) através de comunicado que suspendeu a implantação do projeto Rio Colorado, para produção de potássio, na Argentina. O potássio é usado na fabricação de fertilizantes. A empresa, que já havia comunicado a decisão ao governo argentino, alega que, “no contexto macroeconômico atual, os fundamentos econômicos do projeto não estão alinhados com o compromisso da Vale com a disciplina na alocação do capital e a criação de valor”.
No caso de retomada do empreendimento, terão preferência os atuais empregados do projeto, diz a mineradora, que promete continuar honrando os compromissos relativos às suas concessões e seguir buscando soluções que melhorem os fundamentos econômicos do projeto.
O projeto tinha investimento total estimado em US$ 5,9 bilhões. Até o ano passado, a Vale investiu no empreendimento US$ 2,2 bilhões.
De acordo com a assessoria de imprensa da Vale, as obras estavam paradas desde dezembro, quando houve um recesso de final de ano, que foi sendo prorrogado, enquanto a empresa avaliava os fundamentos econômicos do projeto. Hoje, a mineradora decidiu suspender oficialmente o empreendimento.
A empresa reduziu seus investimentos recentemente por causa do preço desta matéria prima, que a afetou seriamente. Também está preocupada com a deterioração econômica na Argentina, sob o desastrado governo de Cristina Kirchner onde a inflação foi de 25% em 2012, segundo estimativas de consultoras privadas (e de 10,8% segundo o governo).

Semma de Marabá autua bares que promoviam shows sem licença

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma)  de Marabá realizou ação conjunta com o Juizado da Infância e Juventude, Polícia Militar, Corpo de Bombeiro, Guarda Municipal, DMTU, Detran e Conselho Tutelar para vistoriar bares, restaurantes, casas noturnas e outros ambientes, na madrugada de sexta-feira (8) para sábado (9). Diversas autuações e repreensões foram feitas. Uma das irregularidades mais comuns constatadas pelos agentes ambientais foi a presença de crianças em locais impróprios.
O Juizado da Infância e Juventude chegou a advertir pais que estavam com os filhos em ambiente considerado de risco à integridade delas. Além disso, bares que promoviam show sem licença foram autuados pela Semma.

Ministério do Desenvolvimento Social prorroga prazo para cadastro no Bolsa Família

Considerando o período de transição pelo qual passam a maioria das prefeituras brasileiras, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) prorrogou o prazo para atualização do cadastro dos beneficiários do Bolsa Família para o dia 28 de março.  De acordo com o MDS, quase 400 mil famílias ainda precisam procurar o gestor municipal do programa de transferência de renda para regularizar a situação. Muitos do gestores ainda não solicitaram senhas para acessar o Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal e para o Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família.
As famílias com cadastro desatualizado estão com a bolsa bloqueada desde fevereiro. Caso não atualize as informações até o final do prazo, o benefício será cancelado. A atualização deve ser feita em postos de atendimento do programa ou nos centros de Referência de Assistência Social (CRAs).

Internado, Veríssimo passa bem.

A boa notícia da segunda-feira: os primeiros exames revelaram que o escritor Luis Fernando Verissimo, 76 anos, internado no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, na madrugada de sábado (9), com dores no peito, tem recuperação satisfatória da função cardíaca. A previsão é de que o escritor esteja em condições de receber alta hospitalar em poucos dias. Neste momento, ele recebe apenas visitas dos parentes.
Em novembro do ano passado, o escritor ficou internado 24 dias devido a uma infecção generalizada, febre, dores musculares e fadiga. Exames identificaram a presença do vírus da influenza sazonal ou gripe comum.
Filho do escritor Érico Verissimo, Luis Fernando nasceu em Porto Alegre e é conhecido pelas crônicas e textos de humor publicados em diversos jornais do país. É também cartunista e tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro e músico.

Parabéns, Vasco!

Meus mais esfuziantes cumprimentos aos valorosos atletas vascaínos pelo heroico título de VICE-CAMPEÕES da Taça Guanabara, uma conquista que, com certeza, ocupará lugar de destaque na já imensa coleção de vices que tanto alegra a torcida do "time da colina", que não tem vergonha de descer ladeira para abiscoitar mais esta honrosa SEGUNDA colocação!

Gurgel diz que sem prisões de condenados pelo Mensalão, credibilidade do STF fica abalada

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, quer acelerar a prisão dos condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Falando hoje (11) sobre o assunto, Gurgel afirmou que "a demora na execução das sentenças abala a credibilidade do julgamento", realizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado.
"É preciso que aquelas pessoas condenadas a penas privativas de liberdade tenham mandados de prisão expedidos e sejam recolhidas à prisão, a exemplo do que acontece com as pessoas pobres que são recolhidas à prisão”, disse Gurgel, durante entrevista coletiva nesta tarde. Ele também cobrou outros efeitos das condenações, como a perda de mandato parlamentar.
O STF condenou 25 dos 37 réus, sendo que 11 deles devem cumprir regime inicialmente fechado. Neste momento, a tribunal se dedica à preparação do acórdão, que reúne as principais decisões tomadas. Só após a publicação do acórdão as partes podem recorrer. As sentenças são executadas quando não houver mais possibilidade de recurso.
Gurgel acredita que o acórdão deve ser publicado até abril, o que permitiria que as sentenças fossem cumpridas ainda este ano. "Achávamos que os encastelados no poder não poderiam ser alcançados. [O julgamento] deixou essa grande esperança, mas é preciso que essa esperança se concretize. E vai se concretizar apenas com a execução das penas pelo Supremo Tribunal Federal".

quinta-feira, 7 de março de 2013

Prefeitura de Marabá divulga programação de shows do Centenário


A Prefeitura de Marabá já confirmou a programação de shows do Centenário da cidade. No período de 30 de março à 7 de abril, passarão pelos palcos armados na Orla do Tocantins e na Praça de São Félix de Valois artistas locais e nacionais.
No dia 30 de março, Zeca Baleiro abre a temporada de espetáculos cantando na Praça São Félix de Valois, a partir das 21 horas.
Nos dias 3,4 e 5 de abril os shows acontecem na Orla do Tocantins, em frente à Colônia de Pescadores Z-30. O primeiro a se apresentar será o cantor gospel André Valadão (3). No dia seguinte será a vez de Djavan e no dia 5 de abril, no aniversário da cidade, será a vez dos sertanejos Cesar Menotti e Fabiano. No dia 5, antes do show da dupla, serão apresentadas oito músicas que marcaram a história de Marabá com arranjos especiais.
A programação segue no dia 6 com Zeca Pagodinho e no dia 7, Liah Soares encerra com grande show na Praça de São Félix de Valois.
De 31 de março à 2 de abril artistas locais fazem a festa na Praça de São Félix de Valois.

Ministério dos Transportes garante licitação de hidrovia para maio deste ano

O prefeito de Marabá, João Salame Neto, participou nesta quarta-feira (6) de reunião realizada no Ministério do Transportes com prefeitos, vereadores e deputados da região do Carajás, para discutir o cronograma de obras consideradas essenciais para a região e que deverão ser executadas este ano pelo Governo Federal.   
O compromisso mais importante assumido por Passos diz respeito às obras de derrocagem do Pedral do Lourenção, considerada estratégica para o desenvolvimento da região do Carajás e de todo o Meio Norte, fundamental para o escoamento da produção e de parte do minério produzidos na região. O Pedral é um trecho de formações rochosas no rio Tocantins, localizado entre Itupiranga e Marabá, que impede a navegação, no período de estiagem na Amazônia, entre Marabá e o Porto de Vila do Conde, em Barcarena, ao norte do Pará. A obra, segundo Passos, será licitada em no máximo dois meses, “talvez até antes”, explicou.
Sobre o estudo executivo que a mineradora Vale deveria ter apresentado em setembro do ano passado para a derrocagem e que seria doado ao Governo Federal, não há sequer prazo para ser entregue. “Com ou sem estudo doado pela Vale, o Governo Federal fará a licitação desta importante obra em até três meses e pretendemos iniciá-la ainda este ano”, prometeu o ministro.
Ficou estabelecido que as lideranças do Sul do Pará voltarão a reunir-se com Passos, em noventa dias, para conferir o andamento do que foi pactuado.
Além de João Salame Neto, prefeito de Marabá, estiveram presentes os deputados federais Giovanni Queiroz (PDT-PA), Beto Faro, Claudio Puty, Miriquinho Batista, Zé Geraldo, Asdrubal Bentes, Zequinha Marinho, a deputada estadual Bernadete Ten Caten, o prefeito de Rio Maria, Valtinho do Ouro e vereadores de municípios da região.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Secult/Marabá divulga Selo do Centenário


Conforme o blog havia anunciado ontem, a Secult/Marabá realmente divulgou hoje (6) que Leizo Alisson (na foto menor), marabaense de 30 anos e estudante de Administração com ênfase em Marketing, foi o grande vencedor do concurso promovido pela Prefeitura de Marabá para a escolha do Selo do Centenário.
Organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, o certame atraiu dezenas de artistas gráficos da cidade que enviaram as mais diferentes propostas.
Segundo os organizadores, o concurso foi de alto nível técnico, mas acabou sendo escolhida a arte que conceitualmente reflete de forma mais completa o espírito do Centenário.
Leizo Alisson, que pela primeira vez participou de um concurso desta natureza, afirmou que buscou inspiração na história de Marabá, fazendo referência ao primeiro grande ciclo de desenvolvimento com a extração do caucho, e ao encontro de rios e culturas diversas que caracterizam a formação da cidade.
O resultado do trabalho de Leizo agora poderá ser conferido por todos os marabaenses e integrará as publicações oficiais da Prefeitura de Marabá, referentes ao Centenário.

Tumulto adia eleição de presidente da Comissão de Direitos Humanos na Câmara Federal

O tumulto promovido por ativistas de movimentos gays em torno da indicação do deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) para a presidência da Comissão de Diretos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara provocou hoje (6) o adiamento da eleição da mesa diretora da CDHM para os próximos dois anos. A escolha depende agora de resposta da Mesa Diretora da Casa a uma questão de ordem encaminhada pelo presidente da comissão, deputado Domingos Dutra (PT-MA), a respeito da legalidade da indicação do PSC. Nova tentativa de votação deve ocorrer na próxima terça-feira (12).
Durante a sessão, manifestantes defensores dos direitos dos homossexuais e dos negros lotaram a sala da comissão e pressionaram os membros do colegiado para votar contra a indicação do Pastor Marco Feliciano. Ele é criticado por ter feito declarações que esses grupos de pressão consideram ofensivas aos homossexuais e aos negros em redes sociais.

Milhares de venezuelanos acompanham cortejo de Chávez

O cortejo fúnebre com o corpo do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, deixou hoje (6) o Hospital Militar Dr. Carlos Arvelo em direção à Academia Militar. Os parentes do presidente acompanharam o cortejo que seguiu sob o Hino Nacional da Venezuela. Os militares da Guarda Nacional fazem a segurança do cortejo que passa pelas principais ruas de Caracas, a capital venezuelana.
Os presidentes Evo Morales (Bolívia), José Pepe Mujica (Uruguai) e Cristina Kirchner (Argentina) chegaram hoje (6) a Caracas para o velório e enterro. A presidenta Dilma Rousseff e o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, viajarão amanhã (7) à tarde para a Venezuela. O enterro de Chávez está marcado para sexta-feira (8) às 10h.
Os presidentes Sebastián Piñera (Chile) e Rafael Correa (Equador) também devem viajar para Caracas para prestar as últimas homenagens ao líder venezuelano. Paralelamente, sete países decretaram luto oficial pela morte de Chávez.
Enquanto o corpo de Chávez é velado o cenário político entra em ebulição. A expectativa é que seja cumprida a constituição do país, que prevê a realização de eleições em 30 dias. A oposição corre para mobilizar-se para apresentar um candidato ao pleito, enquanto o vice-presidente Nicolás Maduro tenta transformar sua atual interinidade em mandato definitivo.  

Brasil investe três vezes menos em educação que países desenvolvidos

Relatório “De Olho nas Metas”, divulgado hoje (6) pelo movimento Todos Pela Educação faz acender o sinal de alerta em relação ao ensino no País. O estudo mostra que, nos últimos anos, cresceu o investimento público em educação. No ano 2000 o país aplicava 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) na área, índice que chegou a 5,3% em 2011. Entretanto, o valor investido por aluno anualmente ainda é muito inferior ao que é aplicado por outros países, especialmente aqueles que contam com sistemas de ensino mais consolidados. O investimento feito em um aluno norte-americano, por exemplo, é seis vezes maior do que a quantia que é aplicada na educação de um estudante brasileiro.
A análise foi feita a partir de informações compiladas pela Organização pela Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre o gasto anual por aluno de 35 países. Apesar de o Brasil ocupar posição de destaque no cenário econômico mundial, o estudo aponta que o país ocupa a antepenúltima posição, atrás de outros latino-americanos como Chile, Argentina e México. Por ano, um aluno brasileiro recebe um investimento de US$ 2.416,10. Enquanto isso, a média investida em um aluno dos países da OCDE é 3,45 vezes maior.
São membros permanentes da OCDE 34 países, a maioria com alto desenvolvimento socioeconômico, embora nem todos estejam nesse patamar, como México ou Chile. O Brasil participa como convidado em vários estudos, da mesma forma que Rússia, China, Indonésia e África do Sul, entre outros países emergentes.

Em "A voz e a vez dos excluídos", João Salame afirma que "excluídos" podem "tornar pó" cúpulas partidárias tradicionais.

Há tempos João Salame Neto, prefeito de Marabá, deixara que o político em que se tornou ocupasse um pouco o lugar do jornalista que sempre foi. Entendo que a política lucrou, ganhando um orador qualificado e articulador competente. Mas, o jornalismo acabou perdendo um dos seus melhores textos. Hoje (6), vejo no blog do amigo Hiroshi Bogea que o jornalista, ainda que momentaneamente, levou a melhor sobre o político e João Salame assina um texto que tem potencial para estabelecer uma discussão saudável entre todos os segmentos partidários.
Em A voz e a vez dos excluídos, João traça o cenário histórico no qual desenvolveu-se o lulo-petismo, presente na história e no cotidiano dos brasileiros desde a década de 80 do século XX, e aponta para a necessidade de todos repensarmos as formas de interação do Estado - em seu sentido mais amplo - com os setores da, digamos, "sociedade desorganizada". João demonstra, em suas conclusões, como mais uma vez é Lula quem tem a capacidade de perceber que as cúpulas partidárias e os grupos de pressão da sociedade "organizada" em sindicatos, ong's e outros que tais, não podem ser os únicos interlocutores do Estado brasileiro. É preciso que as práticas políticas e as políticas públicas alcancem aqueles setores que, sem um sindicato para chamar de seu, carecem do apoio governamental para crescer, produzir, viver.
Caso as elites partidárias não percebem esta necessidade serão, para usar uma expressão cara às esquerdas dos 70, "levadas de roldão" pelos "desorganizados". A forma como João Salame encerra seu texto reflete bem este grito de alerta. "Eu, em crise com o meu partido, que sempre apostei no coletivo, confesso que me sinto um pouco lulista. Ele está sendo uma voz quase solitária em defesa dos excluídos. A cada dia eles se multiplicam, com a internet se comunicam e em pouco tempo vão tornar pó as cúpulas partidárias, as estruturas sindicais e a atual forma de representação política, que completa duzentos anos sem se dar conta que o mundo mudou", encerra Salame.
Leia a seguir a íntegra do texto de João Salame. É longo, mas necessário.

terça-feira, 5 de março de 2013

Cultura divulga amanhã Selo do Centenário

A Secretaria de Cultura de Marabá deve começar amanhã a massificar a divulgação do Selo do Centenário, escolhido por concurso do qual participaram diversos artistas gráficos da cidade.
O Selo será mais uma forma de identificar as atividades que acontecerão durante o ano inteiro para comemorar os 100 anos de Marabá.
O vencedor foi Leizo Alisson, concluinte de Administração com formação em Marketing que concorreu com a obra denominada "Trilhas", segundo ele fazendo referência aos caminhos percorridos pelos "caucheiros", desbravadores da região e que ajudaram a transformar um pequeno povoado, incrustado na "esquina" de dois lindos rios, em uma das mais vibrantes cidades do País.
Com a divulgação, programada para amanhã, será possível apreciar o trabalho de Alisson que contou ao blog jamais ter participado de qualquer concurso de artes gráficas e que tinha a atividade como hobby. Espera-se que a vitória em um dos eventos do Centenário acabe por estimulá-lo a seguir produzindo de forma profissional.    

Nesta sexta tem Grito Rock Marabá, com Derci Gonçalves

O amigo Jackson Gouveia informa ao blog que está quase tudo pronto para a realização do Grito Rock Marabá deste ano. Para a turma que gosta do som pesado será uma boa oportunidade para curtir bandas como Dercy Gonçalves, de Belém ou a Crono X, de Tucuruí, além de grandes atrações locais. Tudo vai rolar na orla do Tocantins, Marabá Pioneira, no Chaplin, um dos melhores bares da cidade. 
Na página do evento no Facebook, os organizadores lembram que o Grito Rock foi criado como uma alternativa ao carnaval e que, este ano, acontece entre 1º de fevereiro e 9 de março. A ideia é levar o som para todos os lugares possíveis, desde pequenas cidades no interior, bem como em todas as capitais do país e até no exterior.
Na região foi criada inclusive a Rota Carajás que inclui Marabá, Canaã, Parauapebas e Tucuruí.
A programação está em fase de conclusão, mas já é possível adiantar que o roqueiros poderão curtir muito metal a partir das 6 da tarde. A previsão é que a última atração da noite comece sua apresentação a partir das 23 horas.
Programação (sujeita a alteração)
Rock Nature - 18:00 h.
Crono X (Tucuruí) - 19:00 h.
Black Jr - 20:00 h.
Teatro de Kimera - 21:00 h.
Matriz 104 - 22:00 h.
Derci Gonçalves (Belém) - 23:00 h.

João Salame cumpre prometido e autoriza pagamento de salários de dezembro/2012

Cumprindo o prometido, João Salame, prefeito de Marabá, autorizou o pagamento do salário de dezembro que a gestão do desastrado Maurino Magalhães deixou atrasar. Os servidores da educação foram os primeiros a receber e até o dia 12 deste mês os demais servidores também começarão a receber, com base no escalonamento pactuado com os sindicatos que representam o funcionalismo municipal.
Na Educação, o acordo firmando com o Sintep prevê que os servidores que ganham até R$ 1 mil receberiam esse valor de uma vez e os outros em quatro vezes. O pagamento integral dos que ganham até R$ 1 mil foi feito dia 1º. Também foi pago 25% dos vencimentos para quem ganha acima disso. As outras três parcelas serão pagas em 30 de março, 30 de abril e 30 de maio.
Para outras secretarias, os sindicatos dos servidores da Saúde (Sintesp) e Servidores Municipais (Servimar) acordaram com o governo o parcelamento em duas vezes, obedecendo à ordem do valor salarial. No dia 12 receberão 50% dos vencimentos servidores concursados que ganham até R$ 2 mil. Também recebem 50% do salário os agentes de conservação que foram desligados.
No final de março, a categoria recebe o restante do pagamento, assim como os agentes de conservação. Os concursados que ganham de R$ 2.001 até R$ 5 mi vão receber 50% dos vencimentos no final de abril, assim como os agentes de conservação que foram desligados, com salário dentro dessa margem; e, no final de maio, o restante.
Já os servidores concursados que ganham acima de R$ 5 mil, da mesma forma que os contratados e de cargos comissionados que foram desligados vão receber 50% do salário no final de junho e o restante no final de julho. (Com informações da Ascom/Marabá)

OAB/Marabá promove Semana da Mulher Advogada e inaugura Delegacia de Caixa de Assistência

Wilma Lemos e Claudia Chini, durante atividades da Semana da Mulher Advogada/2013
Estamos vivendo a Semana da Mulher e a direção recém-eleita da OAB/Marabá vem demonstrando que quer participar cada vez do cotidiano da cidade e incrementar ainda mais suas atividades na defesa dos interesses dos advogados e advogadas.
Para marcar o período de homenagens às mulheres Wilma Lemos Sousa e Silva, Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB Subseção de Marabá, informa que este ano a programação da Semana da Mulher Advogada ocorre no período de 04 a 08 deste mês, com diversos eventos destinados à Mulher Advogada,
Estão sendo oferecidas consultas médicas com clínico geral de segunda a quinta-feira, das 09h30 às 11h30 para consultas de rotina e prescrições de exames como mamografia, para advogadas com mais de 40 anos, ultrassom pélvica e preventivo, além de aferição de pressão arterial e glicemia, sem limite de idade. Os exames estão sendo oferecidos pela Caixa de Assistência dos Advogados do Pará - CAA-Pará, gratuitamente às advogadas; a aferição de pressão arterial e glicemia, inclusive, é oferecida para advogados e advogadas.
Amanhã (6) acontece a solenidade de instalação da Delegacia da CAA - Caixa de Assistência na OAB Subseção de Marabá, cujo Delegado será Haroldo da Silva Junior (atualmente Conselheiro Estadual) e Delegado Adjunto Ismael Gaia Pará (membro adjunto da Comissão de Defesa das Prerrogativas e Assistência do advogado), com a presença do Presidente da OAB Seção Pará, Jarbas Vasconcelos.

Morre Chávez

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, morreu aos 58 anos nesta terça-feira (5), vítima de câncer na região pélvica, com o qual convivia há um ano e meio. Desde que a doença foi diagnosticada, em junho de 2011, Chávez passava longos períodos em Cuba, onde tratava a doença.
O anúncio oficial da morte de Chávez foi feito por volta das 18h50 (horário de Brasília) desta terça-feira (5) pelo vice-presidente venezuelano Nicolás Maduro. Por volta das 19h20, o comandante das Forças Armadas da Venezuela convocou todas as forças disponíveis no país para garantir a segurança de todos os cidadãos venezuelanos e o cumprimento da Constituição do país.
Criador de um certo "bolivarianismo", mistura de culto à personalidade com discurso esquerdopata, Chávez estava mais para um truão que para um líder. Depois de tentar um golpe em seu país, acabou eleito presidente e reformando a constituição para obter poderes quase imperiais. Seus gastos exorbitantes com as Forças Armadas e seu discurso anti-americano, representaram entraves ao desenvolvimento da Venezuela, um dos maiores produtores de petróleo do planeta.
Em outubro de 2012, Chávez havia sido reeleito presidente da Venezuela, com 54% dos votos. Como faleceu antes de assumir o governo, o país deverá passar por novas eleições. O ex-governante já deixou o seu recado sobre o futuro do país. "Vocês todos têm de eleger Nicolás Maduro como presidente. Peço isso de coração", afirmou, durante seu pronunciamento na TV. Como se vê, mesmo do túmulo Chávez pretende continuar mantendo sob tutela a Venezuela. A questão que se coloca agora é se Maduro, um ex-motorista de ônibus, poderá manter vivo o "chavismo" sem Chávez.
O vice venezuelano, cedendo à "teoria da conspiração", chegou a acusar "inimigos da pátria" pela doença de Chávez e já anunciou a expulsão de David del Mónaco, adido militar da embaixada americana, acusado de tentar aliciar militares para desestabilizar a Venezuela.

segunda-feira, 4 de março de 2013

Jurandy e a "panelinha tucana" no Pará.


Depois que um órgão de imprensa nacional resolveu fazer as contas, descobriu que no governo tucano do Pará, de Simão Jatene, pode faltar dinheiro para quase tudo, menos para sustentar a "família" do governador. São mais de 15 parentes e aderentes que sugam o "leitinho" da Viúva. Em alguns casos o salário dos integrantes da "panelinha tucana" ultrapassa R$ 15 mil. Os "jatene" estão espalhados pelo Governo do Estado e, com a vitória de Zenaldo, passaram a "comer" também na Prefeitura de Belém. Somados os salários, a conta passa de R$ 100 mil por mês.
Aguarda-se que o sempre tão vigilante Ministério Público paraense se manifeste.
Enquanto isso, a quase sempre bem humorada Ana Célia Pinheiro, que edita o delicioso Perereca da Vizinha, lembrou de um brega que retrata bem o "negócio de família" em que transformaram o Governo do Pará e a Prefeitura de Belém.
Curtam aí o "Panelinha", do impagável Jurandy.

Inscrições ao Prêmio CNI de Jornalismo encerram dia 12 de abril

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) informa que as inscrições ao Prêmio CNI de Jornalismo vão até o dia 12 de abril. Podem participar do certame trabalhos jornalísticos veiculados e publicados entre 1º de abril de 2012 e 31 de março de 2013 em TVs, jornais, revistas, rádios, sites e blogs. O tema dos trabalhos deve ter relação direta com a indústria e com a agenda estratégica definida no documento A Indústria e o Brasil – Uma agenda para Crescer Mais e Melhor. As premiações devem ultrapassar os R$ 50 mil.
Autores, representantes legais, diretores ou chefes de redação devem enviar as reportagens para a sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), localizada no Setor Bancário Norte (SBN) – Quadra 01 – Bloco C – Ed. Roberto Simonsen -Brasília – DF – CEP: 70040-903, juntamente com a ficha de inscrição correta e totalmente preenchida. O envelope deve ser identificado por Prêmio CNI de Jornalismo e postado sob a modalidade de Aviso de Recebimento (AR) na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).
No site da CNI constam as seguintes especificações:
Impresso jornal: um original e sete cópias do trabalho jornalístico, adequados, obrigatoriamente, ao formato A3;
Impresso revista: um original e sete cópias do trabalho jornalístico, adequados, obrigatoriamente, ao formato A4;
Internet (blogs, sites e portais): o link da reportagem ou imagem participante deve ser enviado para premiojornalismo@cni.org.br. O endereço na web deve estar ativo para acesso no dia da divulgação do resultado final do concurso.
Telerreportagens e radiorreportagens: sete cópias em CDs ou DVDs.
Para mais informações, acesse o Regulamento do Prêmio.

Preparando a festa, Marabá divulga jingle do Centenário


Os preparativos para a festa do Centenário seguem a todo vapor em Marabá. Shows de artistas nacionais - inclusive da música gospel - estão sendo agendados e nomes de peso devem marcar presença no aniversário da cidade. Entre os mais cotados estão Zeca Pagodinho e Paula Fernandes.
Foi divulgado hoje (4) o jingle do Centenário de Marabá, que deverá ser um dos elementos a compor a trilha sonora das comemorações e que vocês já podem curtir no link acima.
Além disso, a Prefeitura de Marabá já está em fase final de escolha do Selo do Centenário, concurso promovido pela Secretaria Municipal de Cultura que mobilizou diversos artistas marabaenses. O resultado deverá ser divulgado em poucos dias.
Com tantos desafios pela frente, comemorar o Centenário é obrigação. Sempre lembrando o passado, mas com os olhos voltados ao futuro. E vida que segue...

142 cardeais participam da primeira reunião preparatória ao Conclave

A primeira etapa da reunião preliminar do Colégio de Cardeais, na manhã de hoje (4), transcorreu em clima de serenidade, com a presença de 142 religiosos que decidiram enviar uma mensagem ao papa emérito Bento XVI. A reunião marca o início das conversas preparatórias para o conclave (quando será eleito o futuro papa). A expectativa é que a partir dessa reunião seja definida a data em que começará o conclave, que não tem prazo para terminar.
Pelos dados do Vaticano,142 cardeais estavam presentes na reunião, porém apenas 103, inclusive cinco brasileiros, têm direito a votar no conclave, pois estão com menos de 80 anos. Na primeira etapa da reunião, os religiosos fizeram um juramento, baseado na Constituição da Igreja Católica Romana (Universi Dominici Gregis), sobre como se comportarão durante o encontro.
Em entrevista coletiva, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que a reunião transcorreu em clima de serenidade e que uma mensagem será enviada a Bento XVI. A reunião foi dividida em duas fases – de manhã, que começou às 9h30 (5h de Brasília), e à tarde, que começará às 17h (13h de Brasília).
”Há uma atmosfera de serenidade e muito construtiva. Há um desejo de participar ativamente e de forma muito clara, neste momento tão importante de discernimento sobre a situação da Igreja no mundo e os critérios para a escolha do novo pastor da Igreja universal”, disse o porta-voz.
Na segunda etapa da reunião, há dois momentos de meditação, com intervalo de 30 minutos. À tarde, os cardeais deverão elaborar uma mensagem para Bento XVI. Segundo o porta-voz, as reuniões preparatórias são usadas também para que alguns cardeais, que ainda não se conhecem, tenham contato pessoal. (Com Rádio do Vaticano)

sábado, 2 de março de 2013

Amanhã é dia de clássico? Que clássico? Amanhã é o Dia Internacional de Espancamento da Mucura! Pra cima deles, Leão!

Amanhã, a partir das 4 da tarde, quando os 11 guerreiros azulinos pisarem no gramado do Mangueirão para aplicar a merecida e impiedosa sova na Mucurinha Mal Vestida, um novo - e com certeza vitorioso - capítulo da gloriosa história do Clube do Remo será escrito com suor, raça e o espetáculo indescritível que somente o Fenômeno Azul é capaz de proporcionar.
Aqui entre nós, com qualquer resultado, tem duas coisas neste time dirigido por Flávio Campos que o distingue das últimas cinco ou seis equipes montadas pelo Clube do Remo e enchem de esperança os mais de 5 milhões de torcedores azulinos. Em primeiro lugar, não há entre jogadores e comissão técnica o medo de perder e, principalmente, o medo de VENCER que assolava, qual gavião sobrevoando franguinhos medrosos no terreiro, outros grupos formados no Baenão. Por outro lado, algo sensacional, a entrega, dedicação e raça - ausentes nos últimos times - estão mais que presentes nos atuais jogadores azulinos.
E de raça nós, azulinos, entendemos muito bem!
Mesmo tendo entre nossos craques figuras como Mesquita, Mego, Arthur e Gean, que desfilavam nos gramados o futebol de cabeça sempre erguida, com a classe que Deus lhes deu, todo remista sabe que o nosso negócio não é aquele jogo afrescalhado, com toquinhos de revestrés, firulas desnecessárias e fuleiragens de igual ou parecido teor que assemelha-se vagamente ao futebol e que é praticado pelo superestimado Barcelona com êmulos locais como Neymaretes e outros bichos.
Títulos o Remo ganha na raça, na força, na crença inabalável que, mesmo diante da maior dificuldade, desistir não é uma opção. Esta é a essência de ser remista!

Para mim, entre a 10 de Gean e Arthur e a 9 de Alcino e Bira, fico ao lado dos fazedores de gols, matadores por instinto e prazer. Destroçadores da zagueirada cabeça de bagre. Desmoralizadores-mor dos goleiros incautos e incapazes, coitados, de prever que a bola corre atrás do homem-gol mais que piriguete em fim de treino! Acredito que amanhã será com o espírito do Gigante Alcino que Leandro, Fábio, Branco e Valotelli entrarão em campo para garantir mais uma vitória anotada no couro do nosso velho freguês.    
Por outro lado, basta se aproximar qualquer jogo do Leão Azul contra a Koisa Feia,  para começar a brotar na crônica esportiva epítetos do tipo "Clássico Rei da Amazônia" ou definições por frases feitas do tipo "em RexPa não tem favorito".
Clássico - em especial, aquele "sem favorito" - deve apresentar números pelo menos equilibrados para merecer a dignidade deste título. Como considerar "clássico" um confronto quando um time - no caso, o Clube do Remo, tem 31 vitórias a mais que o seu "sparring"? Ou quando um time - de novo o Clube do Remo - tem quase 50 gols à frente do persistente saco de pancadas vestido com listradinho de azul "bebê" e branco? Como chamar de "clássico" um confronto no qual um time - adivinhem, Clube do Remo "again, again" - enfia uma série invicta de 33 jogos sobre os tolos em seus pijaminhas listrados?
Clássico sem favorito é Real Madrid x Barcelona! Um tem 87 e o outro tem 90 vitórias. Desde aquele já distante junho de 1914, quando o scracth azulino, no primeiro jogo, aplicou o primeiro sacode, colecionamos recordes e títulos em cima dos bicoletes que precisam passar noites em claro, revirando velhos alfarrábios para buscar algum item no qual sejam superiores e ficam felizes quando lembram que jogaram contra o Boca na Bambonera e esquecem que foram destroçados pelo mesmo Boca em pleno Mangueirão. Então, com a modéstia e a extrema humildade que caracterizam todo azulino, vamos é passar o rodo geral nas mucuretes e fazer valer dentro de campo nossa história, tradição e charme. 
Reafirmo que "clássico" pressupõe pelo menos algum tipo de comparação possível. Não sendo isso possível o RexPa é apenas mais um jogo no qual o Clube do Remo, Filho da Glória e do Triunfo, paizão disciplinador e sistemático, torcendo contrariado o nariz, aplica o corretivo necessário ao adolescente metido a rebelde e com jeitinho de "viagem", para mostrar ao indigitado e maltrapilho com quantos paus se faz uma canoa!
PRA CIMA DELES, LEÃO!

Em Marabá, João Salame exige e terceirizada intensifica limpeza urbana

Em Marabá, o prefeito João Salame resolveu colocar para trabalhar, de verdade, a Leão Ambiental, empresa responsável pela limpeza da cidade. Na manhã deste sábado (2), os "azulinos" da terceirizada davam duro sob o sol forte para tornar apresentável a bela praça Duque de Caxias na Marabá Pioneira, aparando a grama, pintando troncos das árvores e catando o lixo que mal-educados insistem em despejar em qualquer lugar.
Em pouco tempo de serviço, lixo e mato em grande quantidade foram retirados da praça, que acabou ficando muito mais apresentável.
Salame pretende fazer grandes intervenções na Marabá Pioneira, com projetos arrojados capazes de transformar aquele núcleo em um ponto turístico realmente atrativo. Coisa que demandará mais tempo e muito mais recursos. Mas, enquanto as grandes mudanças não ocorrem, o prefeito trata de pressionar a terceirizada para que os logradouros da cidade sejam devolvidos ao distinto público, sem que lixo, mato e mau cheiro incomedem tanto e impeçam o lazer.
Ações como essas, que visam a limpeza de praças e canteiros, valas e bueiros, também estão sendo feitas em diversos bairros da cidade e vão, aos poucos, fazendo com que a adorável - e quente, muito quente - Marabá recupere a auto estima perdida pelos anos de abandono.
Já disse aqui no blog, em outras ocasiões, que o que mais uma cidade pode almejar é ter um prefeito que goste de "prefeitar". E João Salame mostra que gosta, porque mesmo atento às grandes questões, não esquece que "prefeitar" é cuidar em deixar mais agradável o prosaico cotidiano do "patrão", o pagador de impostos, sempre lembrado durante as campanhas eleitorais e solemente esquecido logo depois de passado o pleito. Que João continue assim: tirando o mato e jogando fora o lixo que os anos de descaso pertimiram que acumulassem. E não é apenas de praças abandonadas e valas entupidas que falo. Outros setores da administração - aos poucos - vão percebendo que é hora de faxina em Marabá. Que a disposição de mudar tenha vindo para ficar na Capital do Carajás é tudo que o eleitor aguarda.