E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

STF arquiva processo contra Garotinho por compra de votos. Processo contra Jader não é julgado.

Acabou há pouco a sessão extraordinária do STF convocada para deliberar sobre outros processos distintos da AP 470 - conhecida como Mensalão. Apenas um dos seis processos constantes na pauta foi apreciado. No Inquérito 2704, o STF rejeitou denúncia contra o deputado federal Anthony Garotinho, acusado pelo MPF de captação irregular de sufrágio, a popular "compra de voto" em 2004. Apesar do voto da relatora Rosa Weber ser pelo recebimento da Denúncia, divergência iniciada pelo ministro Dias Toffoli formou confortável maioria contra o recebimento em relação a Garotinho. O ministro Ayres Brito, presidente da Corte, decidiu pelo arquivamento da Denúncia contra Garotinho e em relação aos demais pelo encaminhamento de todas as peças ao primeiro grau de jurisdição antes mesmo da redação do acórdão.
Outra sessão extraordinária deverá ser marcada para a próxima semana para continuar a apreciar os demais processos, entre eles está o Inquérito 2909, no qual o senador Jader Barbalho (PMDB/PA) é acusado de sonegação fiscal.