E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Ibope mostra João 12 pontos à frente de Tião. Jatene pode, finalmente, aparecer na TV ao lado de Tião. Será isso bom?


Os nervos andam à flor da pele em Marabá.
Enquanto a coligação liderada por João Salame (PPS) mostra-se mais e mais confiante, a campanha de Tião Miranda (PTB) vive dias de forte tensão. A propaganda eleitoral na TV, que encerra hoje, não parece capaz de fazer o milagre da multiplicação de votos esperado por Tião. Circula o boato que o candidato apelaria para seu padrinho, o governador Simão Jatene e finalmente o mostraria em seu programa. Pesquisas estando corretas, será mais um tiro no pé. Jatene segue com os piores índices de rejeição e péssimo cabo eleitoral na região do Carajás.  
Considerado, antes da campanha, imbatível por nove entre dez analistas políticos, Tião Miranda (PTB) viu desaparecer toda a vantagem que tinha e agora descreve uma trajetória descendente. João (PPS) transformou a eleição deste ano em um evento que, com qualquer resultado, ainda deverá ser melhor analisado nos próximos dias.
A pesquisa divulgada hoje (3), pelo Ibope e publicada no Diário do Pará alinha-se com os números de institutos como Doxa, Ipespe e Ibrape, mostrando que João conseguiu abrir vantagem confortável, como se vê acima, e tudo o mais mantido, poderá ganhar com alguma folga a prefeitura de Marabá, um duro golpe em Tião e pior ainda para Jatene, que verá a principal cidade do Sul e Sudeste do Pará fechar-se definitivamente para o tucanato.