E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Cinco cidades paraenses aguardam decisão do TSE sobre prefeito eleito

Em pelo menos cinco municípios do Pará ainda é possível que prefeitos eleitos no domingo percam o cargo para seus concorrentes que, apesar de terem tido mais votos, estão sendo julgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Santa Bárbara do Pará, Água Azul do Norte, Marituba, São João da Ponta e Monte Alegre os nomes divulgados como novos prefeitos no domingo, 7 de outubro, ainda poderão ser alterados.
Em Tailândia e Nova Esperança do Piriá isto já aconteceu. Até ontem, 9, pela manhã a prefeita eleita em Tailândia era Higia Frota, do PMDB, com 7.884 votos. Pouco antes de meio dia o TSE modificou o resultado e declarou eleito Rosinei Pinto de Souza, o Ney da Saúde do PSD, que obteve 17.524 votos. Em Nova Esperança do Piriá, aconteceu o mesmo com Nilton do PT. O TSE julgou o recurso de Maria de Sousa Oliveira, do PSDB, que teve seus 6.345 votos finalmente validados.O TSE já prometeu dar prioridade nesta semana ao julgamento de recursos que envolvem candidatos às eleições de 2012 impugnados pela Lei da Ficha Limpa. O tribunal informou que não será possível julgar todos os recursos, mas haverá esforço concentrado para acelerar as decisões. Depois do TSE, os candidatos podem ainda recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).
Enquanto isso, candidatos como Ciro Souza Goes (PSD), de Santa Bárbara do Pará (que obteve 5.103 votos ainda não computados contra o candidato Marcão do PSDB, declarado eleito com 3.457 votos), precisa aguardar.
Vale o memso para José Lourenço de Oliveira Amaral (PSB), de Água Azul do Norte, que obteve 4.162 votos contra Deusmir (PT), com 2.941 votos; Mário Henrique de Lima (PSD), que obteve 27.486 votos nas urnas e aguarda o julgamento de seu recurso. Se o resultado for positivo, poderá ser declarado prefeito de Marituba, já que seu concorrente, Antônio Armando (PSDB) obteve 13.958 votos; Orleando Alves Feitosa (PSD), que pode conseguir a vaga em São João da Ponta com 41 votos a mais que Nelsão do PT, se seu recurso for aceito; e a reeleição de Jardel Vasconcelos do Carmo (PMDB), em Monte Alegre, caso sejam considerados seus 12.521 votos obtidos nas urnas.
No total no Pará restam ser julgados 17 recursos de candidatos a prefeitos.Em todo o país foram mais de 6,9 mil processos recebidos pelo tribunal, dos quais cerca de 3,6 mil estão com julgamento pendente. No caso da Lei da Ficha Limpa, há 2.247 recursos no TSE, dos quais 764 foram julgados até o momento.