E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Pesquisa mostra que João cresce mais de 18 pontos em menos de um mês de campanha em Marabá

O blog Hiroshi Bogéa Online acaba de anunciar que a Doxa Comunicação divulgou na tarde de hoje (28), mais uma rodada de pesquisa visando aferir a preferência do eleitor em Marabá.
Segundo os números apurados pela Doxa, aquilo que parecia impossível para muitos incrédulos já aconteceu. Com menos de 30 dias de campanha, João Salame (PPS) que lidera uma enorme coligação partidária, pulverizou os mais de 20 pontos que o separavam de de Tião Miranda (PTB), tido e havido como virtual prefeito de Marabá, antes mesmo da campanha começar.

Segundo a Doxa apurou, Tião tem 41,6% das intenções de voto, enquanto João já alcança 38,8%, como a margem de erro da pesquisa é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, está configurado empate técnico. Uma vitória e tanto para João.
Ancorado em sua marcante atuação como líder da frente parlamentar em defesa de Carajás, João Salame é a antítese perfeita de seu oponente, de quem se diz que, para agradar ao governador Simão Jatene, não participou da campanha histórica a favor da criação do Estado do Carajás.
Tião vem sendo muito fustigado para que explique seu posicionamento em relação ao governador do Estado, o comandante do Não. Em Marabá 95% dos eleitores disseram Sim à Carajás.
Sem muitos recursos em termos de verbalizar seus discursos, Tião enfrenta um adversário articulado, com rara capacidade para o improviso e que tem um índice irrisório de rejeição.
Diz-me um amigo, contudo, que no quesito rejeição, a gestão do atual prefeito Maurino Magalhães foi tão ruim que acaba distorcendo a aferição. Segundo o humorista, "qualquer um é melhor que Maurino".
Por fim, cumpre lembar que a Doxa vem tendo um elevado índice de acerto na região. Acertou os três últimos prefeitos de Marabá e Parauapebas sem maiores dificuldades e é uma das preferidas entre as empresas paraenses.
Além da Doxa, outros dois institutos também registraram suas pesquisas. Um deles é o Ibrape, mas o blog ainda não teve acesso aos números.
Neste momento, segundo informa uma fonte do blog, advogados de Tião Miranda lutam para impedir a divulgação da aferição.