E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Preso no Pará médico acusado de realizar abortos

O médico e ex-deputado estadual José de Nazaré Chiappetta foi preso no final da manhã desta segunda-feira (9), pela Polícia Federal, em cumprimento do mandado de prisão, expedido pela Justiça Federal na semana passada. A prisão aconteceu na residência do acusado, no bairro da Cidade Velha, em Belém.
Chiappetta foi encaminhado à sede da Polícia Federal para realizar procedimentos de praxe. Ele ficará detido na Casa do Albergado, na travessa Castelo Branco, no Guamá. Segundo a PF, a pena do médico será de quatro anos de reclusão em regime aberto.
Em 2010, o médico foi denunciado por realizar abortos na clínica médica de sua propriedade, localizada no bairro da Pedreira. A clínica foi alvo de denúncia veiculada no programa Fantástico, que mostraram imagens do local onde o crime era cometido pelo médico.
Após ser condenado, em junho de 2011, pelo Conselho Regional de Medicina do Pará, José de Nazaré Chiappetta, recorreu da decisão. Mas, em novembro de 2011, o Conselho Federal de Medicina (CFM) decidiu manter a cassação do médico paraense, impedindo-o de exercer a medicina.
Duas mulheres, a irmã dele, a auxiliar de enfermagem Janie Cristina Chiappetta, e a atendente de serviços gerais, Lucidéia da Silva, também estão envolvidas nos crimes. Durante as investigações, as mulheres relataram as práticas de aborto. Em um dos casos, o valor pago pela cirurgia chegou a R$ 1,5 mil. (Com informações e foto do DOL)