E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

sábado, 21 de julho de 2012

Alonso, bom até debaixo d'água, crava pole do GP da Alemnha. Massa larga em 14º e Senna em 16º.





Bicampeão mundial e líder da temporada, Fernando Alonso provou mais uma vez por que é considerado o melhor piloto da atualidade. O espanhol sobrou na pista molhada em Hockenheim e conseguiu a primeira colocação no grid de largada do GP da Alemanha, décima etapa Mundial de F1, ficando 14 posições à frente de seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa. A poucos minutos do fim do Q3, o piloto da Ferrari anotou uma boa volta, que não foi alcançada pelos rivais. Como se quisesse provar sua superioridade, o espanhol - já com a pole garantida - fez uma "volta voadora" (considerando as condições precárias da pista) e baixou ainda mais a marca, cravando 1m40s621, quase meio segundo mais rápido que o piloto da casa, Sebastian Vettel, segundo colocado. Companheiro do alemão na RBR, Mark Webber fez o terceiro melhor tempo (1m42s459), mas como perdeu cinco posições em razão de uma troca de câmbio, cedeu o lugar para Michael Schumacher, da Mercedes.
Felipe Massa e Bruno Senna ficaram pelo caminho e foram eliminado no Q2. Os brasileiros não se deram bem com a chuva que começou a cair no início da segunda parte da atividade. Massa anotou o 14º tempo e vê cada dia ficar mais distante sua permanência na Ferrari. Bruno foi o 16º. Mas, o piloto da Williams sobe uma colocação no grid porque Romain Grosjean, 15º no treino, perdeu cinco posições por ter trocado a caixa de câmbio da Lotus.
O GP da Alemanha tem largada prevista para as 9h deste domingo.