E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Agência do Bradesco é assaltada em Tucumã (PA). R$ 300 mil foram roubados.

Está claro que, apesar do discurso do governo Jatene, a segurança pública provida pelos tucanos é de péssima qualidade no Pará. Mais uma agência bancária foi assaltada na tarde desta sexta-feira (6), no município de Tucumã, região de Carajás, no Pará. Desta vez o crime doze homens fortemente armados invadiram uma agência do Bradesco. A Polícia Militar local ainda tentou impedir a fuga dos assaltantes, mas não teve sucesso. Um grupo tático da PM de Marabá foi deslocado ao município para reforçar a segurança.
Os bandidos invadiram a agência bancária provocando pânico entre os presentes. Eles usavam bonés, máscaras e óculos escuros para dificultar a identificação. Várias pessoas foram feitas de refém, entre funcionários e clientes do banco. Na fuga, o grupo levou alguns dos reféns e usaram como escudo. Vários tiros foram disparados contra os policiais. Não há notícia de feridos.
De acordo com um morador, o bando usou dois carros para fugir. "Eles saíram em uma Toyota Hilux e um Chevrolet Montana, que seria de um comerciante local de cerca de 65 anos. O senhor ainda foi dirigindo o veículo com os bandidos, pela rodovia PA-279 em direção a São Félix do Xingu", disse um comerciante, que preferiu não se identificar. Alguns reféns foram liberados durante a fuga. Outro veículo, que estaria parado no meio da estrada, foi destruído por um dos carros em fuga, pois estaria bloqueando a passagem.
Os policiais civis, sob o comando do superintendente da corporação na região do Araguaia, delegado Clóvis Cesar Reis Bueno, partiram de Redenção para reforçar a operação de captura aos assaltantes. Policiais do Núcleo de Apoio a Investigação (NAI) também fazem parte do reforço policial. Segundo Clóvis Bueno, o grupo levou cerca de R$ 300 mil.
O clima entre a população ficou bastante tenso durante o assalto. Moradores reclamam de insegurança na cidade. "Os bandidos estavam com o armamento bem pesado, diferente da polícia. Para nós moradores, mostra que estamos desprotegidos aqui", reclama o morador. (Com informações do DOL)