E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

sábado, 30 de junho de 2012

PSDB divulga nota criticando decisão do Mercosul que suspendeu Paraguai e incorporou Venezuela

Ontem (29), o PSDB criticou a decisão do Mercosul em suspender o Paraguai, no mesmo momento em que admite incorporar ao bloco a Venezuela.
Enquanto o Paraguai é punido após, seguindo o rito de sua Constituição, afastar o ex-presidente Fernando Lugo por "incompetência", a Venezuela do malucão Chávez, que perpetua-se no poder graças a alterações sistemáticas na Carta Constitucional de seu País e que recentemente foi acusado pelo governo do presidente Federico Franco de ter tentado fomentar um golpe militar contra a decisão do Parlamento do Paraguai - devidamente referendada pela Suprema Corte - que afastou Lugo, ex-bispo envolvido em diversos escândalos e que não contava mais com apoio parlamentar nem com aceitação popular.
Leia a seguir a nota do PSDB:
Nota à imprensa
O PSDB considera precipitada a decisão de o Mercosul de suspender o Paraguai de suas reuniões até 2013 e, ao mesmo tempo, incorporar a Venezuela ao bloco.
Se o bloco considera que as regras democráticas foram quebradas no processo de impeachment imposto ao presidente paraguaio Fernando Lugo, há muito mais razões hoje para se questionar a frágil democracia mantida pela Venezuela.
Sérgio Guerra
Presidente Nacional do PSDB