E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Por unanimidade é aprovado documento final da Rio+20

O documento final da Rio+20 foi oficialmente aprovado, por aclamação, pelos chefes de Estado e de governo por volta das 19h15 desta sexta-feira. "Sem nenhuma objeção, o documento O Futuro que Queremos está aprovado", disse o embaixador Luiz Alberto Figueiredo, que comandava a última plenária da conferência. Veja o documento no link www.uncsd2012.org/thefuturewewant.html.
Após a aprovação, algumas nações fizeram ressalvas em pontos que consideram problemáticos no documento. "Rechaçamos a economia verde como um novo modelo, bem como a privatização da natureza", disse a delegação da Bolívia, que defendeu que hajam diferentes mecanismos para o desenvolvimento sustentável para cada país, garantindo a soberania nacional.
A representante da União Europeia afirmou que esperava "um documento mais ambicioso" e disse que o desafio agora é implementar o documento. Os Estados Unidos parabenizou a aprovação do documento, mas fez ressalva sobre a necessidade de se garantir os direitos reprodutivos da mulher como um elemento fundamental para atingir as metas de desenvolvimento sustentável.
A delegação da Venezuela aproveitou o espaço para cobrar uma investigação depois de a comitiva do País ter sido vítima de "violência por um membro do Greenpeace" na madrugada do dia 19. Após todos os pronunciamentos, a presidente Dilma Rousseff fez o discurso de encerramento da Rio+20.