E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Governo lança Brasil Mais Seguro para enfrentar crescimento da violência no Norte e Nordeste.

O plano nacional de segurança pública será lançado na manhã desta quarta-feira (27), em Maceió, porque 
Aquela sensação que todos temos que a insegurança cresceu foi comprovada com a divulgação de estudo patrocinado pelo Ministério da Justiça. A novidade foi o endereço. antes concentrada no Sul/Sudeste, agora a violência aumenta de forma acentuada no Norte e Nordeste. Alagoas registra o maior índice de homicídios do país: 66,8 mortes para cada 100 mil habitantes. Por conta disso será em Maceió que começará a investida dos governos contra a bandidagem. 
O governo federal divulga pela manhã os dados detalhados de todos os estados, baseados no Mapa da Violência coordenado pelo professor Julio Jacobo Waiselfisz
O Programa Brasil Mais Seguro pretende focar em três pontos: melhoria na investigação das mortes violentas, aumento do policiamento ostensivo e comunitário e controle de armas.
O programa piloto começa com a assinatura de acordo de cooperação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, com o governador Teotônio Vilela (PSDB).Serão repassados R$ 25 milhões para Alagoasx, que deverão ser investidos no sistema de Justiça, nas Polícias Federal e Rodoviária Federal, na aquisição de equipamentos, na capacitação e no aperfeiçoamento da polícia técnica, além de instalação de bases fixas e móveis de videomonitoramento.
Vilela anuncia concurso para as Polícias Civil e Militar e a criação de um departamento especializado para investigação de homicídios, dentro da Polícia Civil, e bonificação aos policiais que apreenderem armas.
O governo federal deve reforçar com a Força Nacional a perícia criminal e o monitoramento das áreas de alto índices de criminalidade. Na sequência, haverá destruição de armas apreendidas no estacionamento do Centro de Convenções.
O lançamento do novo plano ocorre 13 anos depois do primeiro investimento do governo em políticas públicas para redução da criminalidade. Naquela época, estados com maiores índices de violência, como São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Espírito Santo receberam investimentos na área. Poucos anos depois, em 2004, os índices estagnaram ou caíram consideravelmente. Em São Paulo, a queda foi de 300%.
Por outro lado, estados do Nordeste, como Alagoas, a violência só cresceu.
A cidade de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador, tem 118 mil habitantes e é onde está registrada a maior taxa de homicídios do país por cem mil habitantes, segundo o Mapa da Violência. São 146,4 mortes/100 mil habitantes. Segundo a polícia, metade das mortes tem relação com o tráfico e disputa por territórios entre criminosos.
A Secretaria de Segurança do Estado da Bahia diz que as mortes ocorrem em outras cidades da região metropolitana e que a cidade, por ter muita mata, é local de desova. Só neste ano já foram encontrados nas margens das rodovias de Simões Filho pelo menos 27 corpos.