E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

sábado, 28 de abril de 2012

Garotinho divulga fotos fotos de festas de Cabral com Cavendish, do esquema Delta/Cachoeira

Na revista Época, hoje (28): O ex-governador Anthony Garotinho publicou na tarde desta sexta-feira (27) em seu blog fotos do governador do Rio, Sérgio Cabral, ao lado do dono da construtora Delta, Fernando Cavendish, supostamente em Paris. No texto, Garotinho diz que as fotos foram tiradas no hotel Ritz, um dos mais caros da capital francesa. Em outra sequência, Cavendish aparece com secretários de Estado no que seria uma comemoração num restaurante, usando guardanapos na cabeça como se fossem lenços e dançando. No grupo estão o secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, e o de governo, Wilson Carlos.
Garotinho diz ainda que Cabral estaria fazendo a dança da garrafa com Cavendish. O governador aparece em duas fotos: agachado numa e gargalhando em outra. As fotos teriam sido feitas em 2009, em comemoração ao aniversário da primeira-dama do Rio, Adriana Ancelmo. O ex-governador promete mais: ele afirma que vai divulgar em breve um vídeo no qual Cabral e Cavendish apareceriam combinando detalhes do casamento do empresário. Num outro post, Garotinho mostra uma foto do secretário da Casa Civil, Régis Fichtner, abraçado com Cavendish na Avenida Champs Elyseés, em Paris.
Foto divulgada no Blog do Garotinho 
 mostra Sérgio Côrtes, Fernando Cavendish
 e Wilson Carlos dançando em Paris (Foto: Blog do Garotinho)
A amizade entre o empresário e o governador ficou conhecida por acaso. Em junho de 2011, um helicóptero caiu matando três pessoas, entre elas a namorada do filho do governador e a mulher de Cavendish. O grupo seguia para a comemoração do aniversário de Cavendish num resort em Trancoso, onde já estava o governador. A Delta é um dos principais alvos da CPI do Cachoeira. A empresa tem contratos milionários com o governo do Estado do Rio. Nos dois mandatos de Cabral, a empresa recebeu pelo menos R$ 1 bilhão por diversas obras. Depois do acidente, a empresa recebeu R$ 36 milhões sem licitação.
A Delta Construção divulgou uma nota. A empresa disse que "não tem nada a comentar sobre a publicação de fotos que retratam alguns minutos de descontração entre empresários e algumas pessoas que ocupam postos públicos e têm convívio social. As fotos foram tiradas em confraternização posterior à homenagem pública recebida pelo governador do Estado do Rio. Isolar esses flagrantes instantâneos do contexto e dar-lhes conotação política não ajuda a explicar questões profundas que se colocam neste momento e para as quais a Delta Construção também procura respostas".