E como os brados no Mundo podem tanto, bem é que
bradem alguma vez os pregadores, bem é que gritem
Pe. Antonio Vieira

sábado, 29 de outubro de 2011

Lula diagnosticado com tumor na laringe. Quimioterapia começa na segunda


O ex-presidente Lula foi diagnosticado com um tumor na laringe. Dias atrás Lula, segundo amigos, já havia reclamado da excessiva rouquidão e de dores no local. Lula, que comemorou 66 anos na quinta (27), gravou um vídeo veiculado na internet no qual afirma que "passei mais da metade desses 66 anos lutando pela democracia neste País". O ex-presidente ganhou um bolo de seus funcionários no instituto que mantém em S.Paulo e recebeu diversas autoridades em seu apartamento em São Bernardo do Campo, na Grande S.Paulo.
O ex-presidente é fumante e sabidamente consome bebida alcoólica em grande quantidade. O tumor de laringe é responsável por mais de 30% dos casos de câncer no pescoço e cabeça.
Uma rápida consulta aos sites especializados na web mostra que dentre os tumores da laringe, 85% a 95% são carcinomas espinocelulares, podendo, entretanto, ocorrer adenocarcinomas, tumores neuroendócrinos e sarcomas, entre outros. 
No Brasil, as cidades de São Paulo (SP) e Porto Alegre (RS) estão citadas entre as cidades de maior incidência de câncer laríngeo no mundo.
O consumo de cigarros e bebidas alcoólicas, sobretudo quando associados, constituem os principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer da laringe. Outros fatores, de importância discutida, incluem: refluxo gastroesofágico, exposição a irritantes químicos (asbestos, ácido sulfúrico, gás mostarda, etc.), infecção pelo HPV e predisposição genética.
O índice de cura das lesões precoces da laringe, independentemente do tipo de tratamento empregado (radioterapia, quimioterapia ou cirurgia ), pode ser considerado bastante elevado, variando de 80% a 100%.(6,17,22) Estes altos índices de cura fazem com que seu diagnóstico precoce seja fator crucial no prognóstico destes tumores.
Leia abaixo nota oficial do Hospital Sírio-Libanês.
"O Ex-Presidente da República, Sr. Luís Inácio Lula da Silva realizou exames no dia de hoje no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, tendo sido diagnosticado um tumor localizado de laringe.
Após avaliação multidisciplinar, foi definido tratamento inicial com quimioterapia, que será iniciado nos próximos dias. O paciente encontra-se bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial.
A equipe médica que assiste o Ex-Presidente é coordenada pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski, Gilberto Castro e Rubens V. de Brito Neto."

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Petrobras aumenta o preço da gasolina. Varejo diz que preço final não sobe. Você acredita?


A Petrobras anunciou em nota nesta sexta (28) que irá reajustar, a partir de 1º de novembro, os preços da gasolina e do diesel vendidos nas refinarias. O preço da gasolina, antes da incidência de tributação, terá alta de 10%. Já o diesel será reajustado em 2%.
Mais cedo, o Ministério da Fazenda anunciou que vai reduzir as alíquotas de Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) incidentes sobre a gasolina e o óleo diesel, nas refinarias, a partir de novembro deste ano.
De acordo com o governo, a partir de 1º de novembro de 2011 e até 30 de junho de 2012, as alíquotas da gasolina passarão de R$ 0,192 por litro para R$ 0,091 por litro e do óleo diesel de R$ 0,07 por litro para R$ 0,047 por litro.
A Petrobras não informou se pode ocorrer elevação de preços para o consumidor final. Em nota a Petrobras informou que não tem ingerência sobre o preço final.
Segundo os donos de posto reajuste não deverá afetar o preços nas bombas de combustível. Para o varejo o impacto desse reajuste será zero.
Ou seja, prepare-se para deixar mais alguns caraminguás nas bombas dos postos de gasolina. Desde 2009 a Petrobras não reajusta preços. O rombo já chega aos 8 bilhões de dólares. Tudo porque Lula proibiu José Sérgio Gabrielli, presidente da estatal, de aumentar os preços em 2009 para não agravar o princípio de recessão que a "marolinha" causou; em 2010, "Painho" não queria nem ouvir falar em aumentar preço de combustível. Agora, diante da defasagem o remédio é aumentar preços e não apenas uma vez. O economista Celso Ming afirmou dia desses que a gasolina, por exemplo, já acumula defasagem de mais de 33%.
Resumo da ópera: a demagogia sempre cobra seu preço e adivinha que foi sorteado para pagá-lo? Você, claro!

Globo terá exclusividade do UFC no Brasil


A Rede Globo anunciou ontem (27) que transmitirá, com exclusividade, a programação do UFC no Brasil, além de mais três eventos realizados no exterior. A estreia na emissora será no dia 12 de novembro e terá como principal luta o americano Cain Velasquez, atual campeão da categoria peso-pesado, contra o brasileiro Junior “Cigano” dos Santos. O confronto será realizado em Anaheim, na Califórnia.
A emissora também terá exclusividade na transmissão da primeira edição brasileira do reality show The Ultimate Fighter. Segundo o presidente do UFC, Dana White, o programa servirá para descobrir novos talentos do MMA (Mixed Martial Arts, em português, Artes Marciais Mistas).
- O Brasil é um enorme mercado para o UFC e faz todo sentido que seja o primeiro país em que produzamos nosso primeiro The Ultimate Fighter local. Vamos encontrar o próximo Anderson Silva ou José Aldo, não tenho dúvida! - disse Dana White.
Leia, abaixo, o comunicado da Rede Globo.

Jornalista inglês acusa Ricardo Teixeira e João Havelange de terem recebido propina milionária


Em audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, o repórter da rede britânica BBC, Andrew Jennings, reafirmou nesta quarta (26) as suas acusações de que o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e o ex-presidente da Fifa, João Havelange, receberam propinas para assinaturas de contrato da entidade máxima do futebol mundial com a ISL, uma das maiores agências de marketing esportivo do mundo.
Segundo o jornalista, ambos confessaram à Justiça suíça o recebimento e fizeram um acordo para devolver parte do dinheiro e pagar uma multa que foi destinada a uma instituição de caridade.
De acordo com o relato do jornalista, Ricardo Teixeira teria recebido US$ 9,5 milhões em propinas por meio de uma empresa de fachada de Lichenstein, chamada Sanud. Jennings chegou ao valor por meio de um cruzamento de dados da CPI do Futebol de 2001 que teria mostrado o cartola recebendo dinheiro desta empresa e de uma lista atribuída à ISL, na qual haveria repasse de propina para a mesma Sanud. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR), que presidiu a investigação de 2001, afirmou que a suspeita é que a empresa Sanud pode ter sido usada para lavar dinheiro de Teixeira.
O repórter da BBC acusa também João Havelange. Segundo ele, um repasse de cerca de US$ 1 milhão de propina foi feito de forma errada pela ISL para a conta da Fifa e não do dirigente. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, foi avisado e teria repassado o dinheiro a Havelange. Jennings especula que os repasses totais a Havelange podem ter chegado a US$ 50 milhões.

Dia 9 de novembro Câmara Federal vota reforma política



Por conta da novela Orlando Silva quase passou despercebida a discussão em torno da reforma política que tramita no Congresso Nacional. Depois de quase três horas de reunião na tarde desta quarta-feira (26), os parlamentares que integram a Comissão Especial da Reforma Política decidiram dar novo prazo de dez dias para apresentação de emendas ao projeto de reforma do relator deputado Henrique Fontana (PT-RS). Durante a reunião, Fontana anunciou ter acatado emenda do deputado Carlos Eduardo Cadoca (PSC-PE) que modifica o sistema eleitoral. A votação agora até prevista para o dia 9 de novembro e já deverá ser aplicada nas eleições municipais do ano que vem.

Khadafi foi violado antes de morrer, diz BBC.


Não é incomum que, após a queda de ditaduras, aqueles que as derrubaram exerçam o poder com igual crueldade. Isso é ainda mais presente nas chamadas "revoluções populares". Incitadas por grupos políticos radicais, quase sempre sem um programa ou projeto políticos definidos, as "massas" vão às ruas, depõem o tirano e durante algum tempo entregam-se alegremente à violência como forma de vingança contra aqueles identificados com o "antigo regime".
Assim tem sido ao longo da história. No Brasil, a tomada de Belém pelos revolucionários da Cabanagem foi marcada pela violência desmedida contra os "reinóis", lusos-brasileiros considerados inimigos dos cabanos. Na Rússia, a tomada do Palácio de Inverno do Czar não poupou nada e ninguém. Recentemente, no Iraque os palácios de Saddam Hussein foram depredados e os que foram encontrados neles torturados e mortos.
Mesmo assim, a forma como foi chacinado Muamar Khadafi (na foto acima, com Lula, que o chamava de "amigo e irmão" e Evo Morales, o cocalero) ainda é capaz de chocar.
Além de ter sido assassinado com dois tiros no peito e cabeça quando já não oferecia qualquer perigo, sabe-se agora que o ditador foi violado sexualmente. É o que informou ontem a rede noticiosa inglesa BBC.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Em Altamira, Justiça Federal reconhece "grilagem" na "Curuá" e devolve terra aos índios






















A Justiça Federal determinou o cancelamento da matrícula do imóvel rural denominado Fazenda Curuá, ocupado pela Indústria, Comércio, Exportação Navegação do Xingu Ltda. (Incenxil), uma das empresas do Grupo C. R. Almeida, conglomerado criado por Cecílio Rego Almeida, morto em março de 2008. Apesar da morte do fundador o grupo segue sendo um dos maiores grupos empresariais do País.
Situada no Estado do Pará, na região do Xingu, a Fazenda Curuá, de cerca de 4,5 milhões de hectares, corresponde aos territórios da Holanda e Bélgica juntos e representa um dos maiores casos de grilagem na Região Amazônica. Ultimamente vinha sendo usada para criação de "boi pirata" - gado criado sem registro em terras públicas ou em litígio
A sentença (leia a íntegra), de 21 laudas, assinada na última terça (25) pelo juiz federal Hugo da Gama Filho, foi divulgada hoje pela 9ª Vara Federal, especializada no julgamento de casos que afetam o meio ambiente. Além de determinar o cancelamento da matrícula, o magistrado mandou que partes de reservas indígenas que se encontram habitadas por não-índios sejam devolvidas às comunidades indígenas que detêm a legítima posse das respectivas áreas. Ainda cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília (DF).

Juíza determina desocupação imediata de Belo Monte

A juíza Cristina Damásio (na foto ao lado), da 4ª Vara Cível da Comarca de Altamira determinou a desocupação imediata do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, ocupado desde a madrugada de hoje por cerca de 300 manifestantes. A magistrada determinou ainda multa de 500 reais por dia, para cada manifestante, em caso de descumprimento da ordem judicial.
A íntegra da decisão judicial você vê aqui.
A Norte Energia S/A divulgou nota à imprensa manifestando a confiança na pronta ação das autoridades estaduais no sentido de dar cumprimento à ordem judicial.
Abaixo leia a nota da empresa.

26 anos depois, acusados de chacina na Fazenda Ubá são julgados em São João


Decorridos mais de 26 anos desde o crime, começa nesta quinta (27) o julgamento de dois acusados de envolvimento no crime que ficou conhecido como a chacina da Fazenda Ubá, em São João do Araguaia, distante pouco mais de 20 km de Marabá.
De acordo com os autos, os agricultores João Evangelista Vilarina, Francisca Pereira Alves, Januário Ferreira Lima, Luiz Carlos Pereira de Souza e Francisca (que estava grávida) foram mortos no dia 13 de junho de 1985. Cinco dias depois, dia 18, mais três agricultores, José Pereira da Silva (o Zé Pretinho), Valdemar Alves de Almeida e Nelson Ribeiro, foram executados da mesma forma na Fazenda Ubá. As vítimas teriam sido torturadas antes de serem mortas. 
A sessão de júri é presidida pelo juiz de São João do Araguaia, Luciano Mendes Scaliza. Atuarão na acusação os promotores de Justiça Francisca Suênia Fernandes de Sá e Ramon Furtado Santos e na assistência dos acusados, os defensores públicos Jacqueline Kurita e José Erickson Ferreira Rodrigues.
O processo resultou na denunciação e pronúncia de quatro acusados, sendo eles Raimundo Lopes Barros e Valdir Pereira Araújo, os quais estão foragidos e serão julgados nesta quinta-feira. Os outros dois acusados foram citados por meio de edital José Edmundo Ortiz Vergolino e Sebastião Pereira Dias. Vergolino teve seu processo desaforado para Belém, tendo sido julgado e condenado em dezembro de 2006, sentenciado em 152 anos de prisão em sessão de júri popular presidido pelo juiz Raimundo Moisés Alves Flexa, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital (sentença transitada em julgado – sem possibilidade de recursos). Já Sebastião Pereira Dias, conhecido como “Sebastião da Terezona”, teve a punibilidade extinta em virtude de seu falecimento, em janeiro de 2001.

Aldo Rebelo toma posse segunda no Ministério do Esporte

Aldo Rebelo (PC do B-SP) tomará posse como novo ministro do Esporte em cerimônia a ser realizada nesta segunda (31).
O deputado Aldo Rebelo vai substituir Orlando Silva que pediu demissão nesta quarta após denúncias de envolvimento em um esquema de desvio de verbas no ministério.
O anúncio de que seria o novo ministro foi feito pelo próprio deputado, ao deixar o Palácio da Alvorada, onde se reuniu com a presidente Dilma Rousseff.
"Aceitei o convite, e o processo de transição ainda vai ser iniciado", declarou o novo ministro. Segundo ele, o pedido da presidente foi "comprometimento" em relação à condução das tarefas relacionadas à Copa do Mundo 2014 e às Olimpíadas 2016.
"A orientação é procurar conduzir o ministério com os desafios que estão à frente do país e também do ministério - Copa do Mundo, Olimpíada e todas as tarefas relacionadas não apenas com os programas do ministério, mas também com esses eventos internacionais que serão sediados no Brasil", declarou.

Índios interditam rodovia e invadem canteiro de obras para paralisar Belo Monte



Cerca de 300 índios, pescadores e ribeirinhos da bacia do rio Xingu ocupam desde a madrugada de hoje, o canteiro de obras de Belo Monte para exigir a paralisação das obras da usina hidrelétrica, em Altamira, no Pará. A rodovia Transamazônica, na altura do quilômetro 50, também foi interditada. O protesto não tem prazo para terminar.
A invasão ocorre um dia depois do Tribunal Regional Federal da 1ª Região ter paralisado o julgamento de uma ação contra a construção da UH de Belo Monte (leia aqui). A data provável para a retomada do julgamento é dia 9 de novembro.
Conforme o blog noticiou a Comissão Pastoral da Terra (CPT) e o Conselho Indigenista Missionário (CIMI) realizaram seminário em Altamira para discutir mecanismos para paralisar Belo Monte (leia aqui). A invasão é desdobramento desta mobilização.
A Organização dos Estados Americanos (OEA), através da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), intimou o governo brasileiro para uma audiência na qual seria exigida a paralisação da construção da usina até que as exigências dos índios fossem atendidas. Mas, o governo se negou a participar.
Veja abaixo a nota do seminário e da ocupação de Belo Monte.

Estamos em manutenção. Mas, ainda assim na atividade!

Como se pode ver, deu a louca no Blogger.com. A plataforma simplesmente enlouqueceu. Cerca de oito postagens desapareceram, alguns comentários também. Fotos e formatação também foram alteradas ou sumiram completamente.
Estamos operando no "Plano B", ou seja, devagar quase parando enquanto a turma da manutenção tenta descobrir o que está ocorrendo.
O terminal também apresentou problemas e estamos vendo como resolvê-los.
Ou seja, um dia daqueles.
Mas, ainda assim estamos na atividade.
Sei que a turma boa que frequenta o blog entenderá os transtornos. Logo, mercê de Deus, tudo volta à normalidade.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

"Orlando teve maturidade" para aceitar demissão, diz Secretário-Geral da Presidência

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho (ao lado), confirmou agora a pouco que o ministro do Esporte, Orlando Silva, vai deixar o comando da pasta.
Orlando deverá conversar pessoalmente com Dilma ainda hoje quando a decisão deverá ser anunciada oficialmente.
Segundo ele, a "tendência" é de que o ministério fique com o PC do B e de que haja uma solução de "interinidade", para que depois assuma um sucessor definitivo. "Pode até haver situação de interinidade. É o mais provável", afirmou.
De acordo com o ministro, a abertura de inquérito pelo Supremo Tribunal Federal para investigar Orlando Silva foi um "fator determinante" para que a presidente Dilma Rousseff decidisse tirá-lo do comando do Ministério do Esporte.
"Comuniquei [ao PC do B] que era preciso dar um passo. O Orlando compreendeu a situação. A abertura de inquérito pelo Supremo foi um fato determinante para mudar a situação", disse. Silva deve se reunir no final da tarde desta quarta com Dilma no Palácio do Planalto para formalizar a demissão.
Segundo Carvalho, Orlando Silva "teve maturidade" para "compreender" a decisão do governo. "O PC do B disse que respeita a decisão da presidente. Sabe que a decisão [ do sucessor] é da presidente. E o ministro Orlando foi de uma maturidade política muito grande", afirmou.
De acordo com o ministro da Secretaria-Geral, ainda não foi definido o "mecanismo" que será utilizado para formalizar a saíde de Orlando Silva - se ele entregará carta de renúncia ou se Dilma irá demiti-lo.
Gilberto Carvalho afirmou ainda que Dilma ainda não avaliou os nomes prováveis à sucessão de Silva. "Não houve especulação de nomes por parte da presidente", declarou.
(com informações do G1 e Folha on-line)

Belo Monte: Após empate, juíza pede vista aos autos e paralisa julgamento


Foi interrompido neste momento, no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, o julgamento de uma das ações proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a instalação da UH de Belo Monte, no Xingu.
O MPF questiona a legalidade do decreto que autorizou a construção da usina.
Para o Ministério Público seria imprescindível audiência prévia para ouvir as comunidades indígenas que moram no entorno do empreendimento.
No julgamento realizado semana passada, a juíza-relatora Selene Almeida acatou as razões do MPF, mas o juiz Fagundes de Deus (esq.) formulou pedido de vistas e exara neste momento seu voto.
Fagundes não acatou as razões do MPF e concordou com a Advocacia Geral da União, ao afirmar que a Constituição Federal não obriga a consulta aos indígenas antes da autorização para construção. Para Fagundes a consulta poderá ser feita posteriormente, desde que antes da construção da usina e ficará à cargo da Funai. Além disso, Fagundes argumentou que nenhuma terra indígena será atingida pela construção de Belo Monte.
Com o voto de Fagundes o julgamento ficou empatado. Caberá à juíza Maria do Carmo Cardoso (dir.) desempatar. Contudo, a juíza preferiu formular pedido de vista aos autos, paralisando novamente o julgamento. Não há data definida para a retomada do feito.    

PM que acusa Orlando Silva não aparece para depor na Câmara

Agora, me deu medo!
Vejam lá o que informa o G1:
O policial João Dias Ferreira (ao lado) não compareceu na tarde desta quarta (26) à audiência da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara para a qual havia sido convidado para prestar esclarecimentos sobre as denúncias que fez contra o ministro Orlando Silva, do Esporte.
Como foi convidado, ele não tinha obrigação de comparecer. Segundo o presidente da Comissão, deputado Sérgio Brito (PSD-BA), o advogado de João Dias entrou em contato com a liderança do PSDB na manhã desta quarta para informar que ele não iria.
De acordo com o deputado, o advogado afirmou que o cliente dele só falará em juízo sobre as denúncias no Ministério do Esporte. Segundo Sérgio Brito, a comissão não foi informada previamente de que Dias não compareceria.

Mas, assim, mano!
Logo João Dias, sempre tão falante, não é?
Quer dizer que o PSDB sabia desde hoje pela manhã que o dito-cujo não iria das as caras e não informou aos demais partidos da Comissão?
Como porta-voz do acusador o PSDB está despachado!
Essa história fica cada vez mais estranha!
Enquanto isso, Orlando Silva "escreve" a carta de demissão para entregar à Dilma logo mais. Será?
Essa novela precisa acabar logo, porque outra vem aí: Fernando Haddad, o queridinho de Lula enroscou-se   mais uma vez com o ENEM. Quantos exames ele precisa realizar para conseguir acertar pelo menos um?

Atualização:
Em reunião com deputados e senadores do PC do B, o presidente do partido, Renato Rabelo, informou que o ministro Orlando Silva (Esporte) decidiu pedir demissão do cargo, o que já foi comunicado em conversa mais cedo ao ministro Gilberto Carvalho e será oficializado à presidente Dilma Rousseff num encontro às 17h30.
A reunião dos parlamentares durou cerca de três horas. Ao final, Rabelo pediu à imprensa que aguardasse o encontro com a presidente Dilma, quando o partido espera ser informado se permanece com a pasta.
O PCdoB considera "inaceitável" o que chama de "ataques sem provas" à Orlando Silva e diz que continuará defendendo-o.
Aldo Rebelo (SP), Flavio Dino (MA) e Luciana Santos (PE) são os nomes do PCdoB mais cotados para assumir o ministério caso a pasta fique com a legenda.

Professores ocupam Sead em Belém para pressionar Jatene

Trinta dias após o início da greve dos professores da rede pública de ensino do Pará todas as tentativas de conciliação entre o Governo de Jatene e os grevistas foram infrutíferas. Nesta quarta (26), representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública (Sintepp) decidiram ocupar a Secretaria de Estado de Administração (Sead) para pressionar o governo a negociar o pagamento do piso salarial da categoria. Uma comissão do Sintepp deve ser recebida no inicio da tarde de hoje pela secretaria de administração, Aline Viana.
Em nota o Sintepp diz que a intenção agora é radicalizar, já que todas as propostas oferecidas pelo governo não agradaram a categoria. Na semana passada representantes do sindicato reuniram com o governo, que apresentou uma proposta que aumentaria o piso salarial da categoria em um prazo de 24 meses. Os educadores recusaram. Ontem (25), o governo diminuiu esse prazo, passando para 12 meses, porém, os professores recusaram novamente.
'É um absurdo o governo aumentar o nosso piso em 12 meses. Ou seja, o piso só seria aumentado em janeiro de 2013. Hoje estamos tentando uma audiência no CIG (Centro Integrado de Governo) para ver se terminamos com esse impasse', frisa a coordenadora geral do sindicato, Conceição Holanda.
O sindicato está programando uma assembleia geral com os professores na manhã desta quinta-feira (27). Na sexta (28) haverá mais uma audiência de reconciliação na Justiça Estadual.
Atualização:
Jatene acaba de mobilizar a ROTAM para retirar professores da Sead, como se vê foto de Otávio Moraes. Tem cheiro de confusão no ar. Moderação de ambos os lados é recomendável.



Parece piada. E é! Neto de "Malvadeza" se transforma em "defensor da moralidade"!

Ele agora é o defensor da "moralidade
Vejam lá o que diz a coluna Radar on-line de Veja:
Se o tempo anda fechado na liderança do PCdoB, no gabinete de ACM Neto a festa já começou. A leitura é de que ninguém capitalizou tanto o calvário de Orlando Silva quanto ACM, exibido em rede nacional no Jornal Nacional desancando Silva ontem na discussão da Lei Geral da Copa.
Por Lauro Jardim
São mesmos estranhos os tempos que correm. Quem diria que o rebento do rebento do falecido Antônio Carlos Magalhães, o temido "Toninho Malvadeza", líder do moribundo DEM, se tornaria um paladino da moralidade pública e daria lições de ética pública em rede nacional?
Como diz José Simão, vivemos mesmo no país da piada pronta!

PPS vai ao TSE para reaver mandatos de "infiéis"

O PPS decidiu ir à Justiça contra deputados que deixaram a sigla para ingressar no PSD de Kassab e Kátia Abreu.
O partido informa em seu portal na web que ingressou hoje com no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com ações para reaver os mandatos dos quatro deputados federais que saíram do partido para se filiar ao PSD. São eles: Geraldo Thadeu (MG), Cesar Halum (TO), Moreira Mendes (RO) e Alexandre Silveira (MG).
Para retomar as cadeiras na Câmara, os advogados do partido juntaram os pedidos de desfiliação ao processo e vão alegar que os mandatos pertencem ao partido e não aos parlamentares, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento da fidelidade partidária.
O PPS defende a tese de que parte da resolução do TSE que trata das hipóteses de justa causa para a saída de detentores de mandatos das legendas pelas quais foram eleitos é inconstitucional. 
O presidente nacional da sigla, deputado Roberto Freire, afirmou em nota que “um partido não pode ser prejudicado pela formação de outro, como prevê a resolução do TSE”. Na avaliação dele, a mudança de legenda só deveria ser admitida quando o partido pelo qual o parlamentar foi eleito der causa à desfiliação.
O partido alega que a brecha para formação de nova legenda, inserida pelo TSE, atenta contra a Constituição. “É esquizofrênica essa interpretação de que qualquer detentor de mandato pode criar um partido e atrair para a nova legenda políticos que, pelo entendimento da suprema corte, não teriam supremacia sobre os mandatos”. O mandato, frisou Freire, não pertence ao parlamentar.

Por 10% do PIB para Educação professores protestam em Brasília


Trabalhadores da educação de todo Brasil e estudantes realizam, na manhã desta quarta (26), em Brasília, manifestação em defesa da educação pública. Com o tema “10 mil pelos 10% do PIB para a educação”, a organização do protesto pede a votação do Plano Nacional de Educação (PNE) ainda este ano. Os manifestantes também querem um aumento do percentual do PIB para educação de 5% para 10%.
Também são reivindicações a aplicação plena da lei do piso nacional para o magistério pelos estados e municípios; a obrigatoriedade de planos de carreira e 1/3 da jornada para atividades de planejamento e formação.
Os manifestantes saíram do Eixo Monumental, altura do Mané Garrincha, por volta das 10h30, em direção à Esplanada dos Ministérios. Três faixas da via S1 ficam interditadas durante o protesto. Os manifestantes planejam um ato público em frente ao Congresso Nacional.
Às 14h30, membros da direção da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) esperam ser recebidos pelo ministro da Educação, Fernando Haddad. A confederação vai pedir a instalação de uma mesa de negociações com o governo.
Os professores e estudantes também fizeram manifestação em diversas cidades, entre elas Belém onde os professores da rede estadual seguem em greve.
(Com informações do G1 e foto de Mariana Zoccoli)

Lei que restringe internet pode ser votada hoje na Câmara Federal


O Estadão noticia que, depois de 12 anos parada a chamada "Lei Azeredo", que pune crimes na internet, pode ser votada hoje na Câmara Federal.
Claramente restritiva, a lei viola diversos dos princípios fundamentais da web e da própria Constituição Federal.
O projeto de lei 84/99, mais conhecido como "Lei Azeredo", poderá ser votado pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática nesta quarta-feira, 26.
O PL já passou pelo Senado, e agora, de volta à Câmara, pode ser aprovado, reprovado ou pode passar com alguns cortes. O texto só não pode ser alterado. A pauta de quarta-feira da Comissão tem a votação do projeto de lei assinalada como “urgente”. Fazem parte da mesa diretora Bruno Araújo (PSDB/PE), Antonio Imbassahy (PSDB/BA), Ruy Carneiro (PSDB/PB) e Silas Câmara (PSC/AM). Dos quatro que compõem a mesa, três são do PSDB, mesmo partido do autor da lei (o deputado Eduardo Azeredo, do PSDB mineiro).
Por incrível que pareça, hoje, dois dos principais opositores ao projeto, Luiza Erundina (PSB/SP) e Emiliano José (PT/BA), estarão fora da Câmara e não participarão da votação.

Em defesa do SUS, entidades lançam manifesto e pressionam por votação no Senado

Um grupo de cerca de trinta entidades de diversos segmentos lançou, nessa terça (25), movimento que reivindica a ampliação de gastos no Sistema Único de Saúde (SUS). Para os signatários, o mau atendimento da população nas periferias e o aumento do mercado de planos privados evidenciam as dificuldades por que passa a rede pública prevista na Constituição – gratuita e aberta a todos.
“Entendemos que o SUS não consegue atender plenamente as necessidades da população e seu financiamento é totalmente insuficiente”, diz o manifesto de lançamento do movimento, que encara o SUS como “instrumento de justiça social”.
Segundo o texto, “para se tornar um país desenvolvido, o Brasil precisa seguir o que as nações de primeiro mundo e da própria América do Sul já estão investindo hoje em saúde”. Hoje, o gasto público brasileiro em saúde está na casa dos 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB), patamar inferior à despesa privada. Na grande maioria dos países do mundo, a proporção é inversa – o gasto público supera o privado.
Assinam o manifesto entidades como Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescon), o ramo paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), Associação Paulista de Medicina (APM), além de uma série de entidades médicas.

Orlando reunido no Planalto. Demissão pode ser anunciada ainda hoje.

Orlando Silva esteve até agora a pouco no Palácio do Planalto reunido com o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. A pauta especulada da reunião, claro, é a substituição do ministro por outro nome indicado também pelo PC do B.
Orlando pode deixar o cargo ainda hoje. A decisão da ministra Carmem Lúcia do STF, que atendendo o pedido feito pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, mandou ontem abrir inquérito para investigar Orlando Silva, piorou a situação do ministro.
A decisão da direção do PC do B é que Orlando seja demitido pela presidente, para deixar claro que ele não se demitiu e não assume responsabilidade por participação no esquema de desvio de verba pública envolvendo os programas do Ministério do Esporte, principalmente o Segundo Tempo e Pintando a Cidadania.
Participaram também da reunião de agora,no Planalto, o presidente do PC do B (partido do ministro), Renato Rabelo, e os líderes do partido na Câmara, Osmar Júnior (PI) e no Senado, Inácio Arruda (CE).
Para substituir Orlando Silva, o PCdoB poderá indicar o deputado federal Aldo Rebelo (SP) além de Flávio Dino (MA), mas a preferida de Dilma ainda é Luciana Santos, ex-prefeita de Olinda.
Segundo alguns sites a permanência de Orlando deve durar apenas até que Dilma decida seu substituto.     

Paratur e Ministério do Turismo fazem reunião em Marabá

O presidente da Paratur, Adenauer Góes, e a Secretária Nacional de Políticas do Turismo do Ministério do Turismo, Bel Mesquita (na foto ao lado), estarão amanhã (27) em Marabá para participar da reunião "Turismo - Uma oportunidade de desenvolvimento".
Adenauer e Bel deverão apresentar as propostas dos governos estadual e federal para a região no setor.
Na avaliação das duas esferas governamentais, o Pará e especialmente a região de Carajás, possuem grande potencial turístico, principalmente no chamado turismo ecológico e de aventura, segmentações deste mercado que ganham cada vez mais relevância.
Além da definição de destinos preferenciais, questões como infra-estrutura de transporte e ampliação da rede hoteleira devem ser destaque nas discussões.
Na sexta passada (21), a Paratur assinou termo de cooperação técnica com a Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), Federação da Agricultura do Pará (Faepa) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater), visando fortalecimento do turismo rural nos 144 municípios paraenses. 
Além do turismo rural a parceria da Paratur com a Sagri, Faepa e Emater também garantirá ações integradas no âmbito do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), que prevê investimentos de US$ 44 milhões para o Pará nos próximos anos.

Governo do Pará decide promover Feira da Agricultura Familiar da Amazônia. E isso é bom?




O secretário de Produção Sydney Rosa, anunciou no encerramento do Frutal Amazônia Flor Pará, a realização da Feira da Agricultura Familiar da Amazônia Legal (Agrifal).  
A Agrifal acontecerá em Belém de 15 a 17 de março do ano que vem. A realização deste evento será do Governo do Estado, por meio da Emater. O órgão anunciou que no próximo mês já iniciarão as reuniões com os outros oito estados da Amazônia Legal para que estes venham participar da primeira edição da Agrifal.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

GTA faz escavações no INCRA/Marabá em busca de restos mortais de guerrilheiros

No Diário Online:
Foram iniciadas esta semana as últimas escavações programadas para este ano pelo Grupo de Trabalho Araguaia (GTA), equipe do governo federal responsável pelas buscas de restos mortais de guerrilheiros mortos nos anos 70 durante os combates com militares na região da divisa entre o Pará e o atual estado do Tocantins.
A equipe é formada por integrantes do Ministério da Defesa, Ministério da Justiça e da Secretaria de Direitos Humanos da presidência da República. Os trabalhos são acompanhados por familiares das vítimas, guerrilheiros sobreviventes e pelo Ministério Público Federal (MPF), por meio do procurador da República em Uruguaiana (RS) Ivan Cláudio Marx, que faz parte do grupo de trabalho da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão denominado Direito à Memória e à Verdade.
O procurador da República conta com o apoio da antropóloga no MPF Sandra Amenomori e de um consultor do MPF, Sérgio Francisco Monteiro da Silva, especialista em antropologia forense.
A quarta e última etapa de trabalho deste ano, programada para ser concluída no próximo dia 4, está centrada no cemitério de Xambioá (TO), foco principal da expedição por ser o local onde foram encontradas as duas únicas ossadas que confirmadamente são de guerrilheiros e outras que estão sob análise. A suspeita da equipe é que possam estar no cemitério mais de dez ossadas de guerrilheiros mortos no início dos conflitos.
Nesta terça-feira, também foram feitas escavações no terreno da antiga sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Marabá, onde um servidor aposentado da autarquia diz ter avistado um corpo ao escavar o local, em 2004.
As escavações são realizadas desde 2009 a partir de decisão da Justiça Federal. Em 2010, decisão da Corte Interamericana de Direitos Humanos também obrigou o Brasil a prestar esclarecimentos sobre as providências tomadas pelo Estado brasileiro para elucidar os assassinatos ocorridos durante o conflito.

Com 55 deputados filiados PSD é 3º maior partido na Câmara Federal


Além de comemorar a sua reeleição para mais três anos à frente da poderosa Confederação Nacional da Agricultura, a senadora Kátia Abreu (acima) pode festejar também o crescimento acelerado de seu partido, o recém-nascido PSD. Dentro das previsões dos líderes da legenda, o partido de Kassab e Kátia já alcançou 55 deputados e tornou-se a terceira maior bancada na Câmara Federal, atrás apenas do PMDB e do PT, deixando o PSDB em quarto lugar. O partido tem até o dia 27 deste mês para filiar novos parlamentares e deve receber pelo menos mais três deputados federais, entre eles um paraense.
Veja abaixo a relação de deputados divulgada pela legenda e que já integram a bancada do PSD na Câmara Federal.

Defensoria do Pará propõe Ação Civil Pública contra Belo Monte


Além de haver-se com a Procuradoria do Ministério Público Federal (MPF), O Consórcio Norte Energia (NESA) agora também é réu em Ação Civil Pública, ajuizada em Altamira pela Defensoria Pública paraense. É o que diz a Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP). 
O órgão informa que a Defensoria Pública do Pará em Altamira ingressou com Ação Civil Pública, no dia 17 deste mês, contra o Consórcio Norte Energia S/A - NESA, responsável pela construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Xingu.
Segundo a Associação o procedimento foi motivado pelas "inúmeras reclamações de agricultores, ribeirinhos e moradores das comunidades atingidas pela primeira etapa da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte - UHE/BELO MONTE, acusando a Norte Energia S.A. de arbitrariedades no processo desapropriatório e indenizatório."
Além de exigir o respeito às regras do Estudo de Impacto Ambiental e Plano Básico Ambiental, relacionadas aos aspectos sócio-econômicos da obra, os defensores públicos postulam a reconstrução democrática do caderno de preços e dos critérios de avaliação utilizados pela empresa.

Oposição bombardeia, mas Orlando Silva não responde acusações na Câmara

Foi ruim, mas poderia ter sido pior. Esta é a melhor avaliação da presença de Orlando Silva, ministro do Esporte (por enquanto), na Câmara Federal, hoje à tarde. Depois de mais de duas horas de audiência pública sobre a Lei Geral da Copa, Orlando Silva até agora não respondeu nenhuma vez às criticas de oposicionistas que pedem sua demissão por acusações de corrupção. E não faltam provocações.
Os líderes do DEM e do PSDB criticaram logo no começo da sessão, por volta das 15h, a presença do ministro. “A sua visita é uma afronta, o senhor não deveria estar sentado na cadeira de ministro”, disse o deputado ACM Neto (DEM-BA). “Sua vinda aqui na semana passada foi uma afronta ao Congresso. Nesta semana é uma afronta ao Brasil. O povo brasileiro quer o senhor longe das discussões sobre Copa do Mundo”, disse Aceminho.
O líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), também chamou a presença de afronta e disse que o governo quer dar uma “impressão de normalidade que não existe”.
Em resposta, o ministro se limitou a afirmar: “Em outra oportunidade, eu falo sobre conjuntura política”.

Combate ao trabalho escravo melhorou, diz OIT

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil divulgou, nesta terça (25), pesquisa intitulada "Perfil dos Principais Atores Envolvidos no Trabalho Escravo Rural no Brasil". Apesar do estudo não incidir sobre uma amostra representativa, ele indica que país avançou no combate ao trabalho escravo nos últimos anos.
No entanto, os pesquisadores destacam que ainda existem fazendas com seguranças armados que ameaçam seus trabalhadores. O estudo mostra um roteiro conhecido que envolve cerceamento de liberdade dos trabalhadores, apreensão de documentos, isolamento geográfico das propriedades e imposição de dívidas aos trabalhadores que se veem obrigados a comprar até botinas para trabalhar.
Apresentado no I Encontro Nacional das Comissões Estaduais para a Erradicação do Trabalho Escravo no Brasil, em Cuiabá, o estudo traça o perfil da escravidão contemporânea, que envolve situações de miséria e de vulnerabilidade dos trabalhadores, além da falta de oportunidades de trabalho decente. São situações análogadas à escravidão, exploradas pelas relações de poder entre trabalhadores, recrutadores e empregadores.

Relatório do Novo Código Florestal é apresentado em Comissões do Senado

Terminou agora a pouco a reunião conjunta das Comissões de Ciência e Tecnologia e de Agricultura do Senado Federal na qual o senador do PMDB de Santa Caratina, Luiz Henrique da Silveira (na foto ao lado)   apresentou seu relatório final ao Código Florestal,  contendo diversas alterações. Está previsto que o relatório seja finalmente votado – também em sessão conjunta – no dia 8 de novembro.
Após a análise conjunta das duas comissões, o projeto ainda terá de passar pela Comissão de Meio Ambiente e pelo plenário do Senado. Como sofreu alterações, o projeto volta para análise da Câmara.
Em relação ao texto já aprovado na Câmara, o texto de Luiz Henrique traz modificações como a criação de um inventário nacional para que a União, em conjunto com os Estados, Distrito Federal e municípios, mantenham registros precisos de cada árvore do país, tanto em terras públicas, quanto privadas. “Seria aquilo que estou chamando de Renavam da madeira” disse o senador.

Advogada de Dilma toma posse como ministra do TSE

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, empossa nesta terça-feira (25) a advogada muito bem relacionada Luciana Lóssio (à esq. na foto, abraçada com Andréa Sarney, sobrinha do Todo-Poderoso Senhor do Maranhão e Amapá) como ministra substituta do Tribunal. Luciana é a primeira mulher nomeada para o cargo de ministro da Corte na vaga reservada aos Juristas. A posse deve acontecer no gabinete da presidência.
Ela foi nomeada pela presidenta da República, Dilma Rousseff, no último dia 11, para substituir o ministro Joelson Dias, nomeado em março de 2009 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Bacharel em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e inscrita desde 1999 na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Distrito Federal, Luciana Christina Guimarães Lóssio, 37 anos, é natural de Brasília.
Com experiência na Justiça Eleitoral, ela advogou nas eleições gerais de 2010 para a coligação “Para o Brasil seguir mudando”, que elegeu Dilma Rousseff (PT) presidenta da República. Fez inúmeras sustentações orais no Plenário do TSE. Também atuou na defesa dos então governadores José Roberto Arruda (DEM-DF), Rogério Rosso (PMDB-DF) e Roseana Sarney (PMDB-MA).
Terá durante alguns anos a oportunidade de desfazer a ideia generalizada que está na Corte Eleitoral por méritos e não apenas por ser amiga e advogada dos poderosos de turno.

Campanha de esclarecimento do TSE sobre Plebiscito começa na quinta


Começa a ser veiculada nas emissoras de rádio e televisão nesta quinta (27) a campanha de esclarecimento ao eleitor acerca do Plebiscito no Pará, previsto para o dia 11 de dezembro próximo. O objetivo desta iniciativa da Justiça Eleitoral é informar os brasileiros sobre a realização da consulta popular entre os paraenses sobre criação de duas novas unidades da Federação: Carajás e Tapajós.
Com dois focos, a campanha é dividida em nacional, que busca orientar o eleitor do Pará que está fora do domicílio eleitoral sobre a obrigatoriedade de votar ou de justificar a ausência, e regional, que detalha a importância da participação e os procedimentos de votação.
A campanha nacional é composta por um filme e um spot de rádio, de 30 segundos cada, que serão exibidos duas vezes por dia. Para a campanha estadual, foram produzidos dois filmes e dois spots, abordando dois aspectos: a importância de o eleitor paraense opinar sobre a divisão ou não do Estado; e os detalhes acerca dos procedimentos de votação, como a ordem das perguntas que aparecerão na tela da urna eletrônica no momento do voto.
As peças e os planos de mídia estão disponíveis no Portal do TSE para acesso e download pelas emissoras de rádio e TV. A veiculação é gratuita e obrigatória, de acordo com o artigo 93 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997).

Com a "Lista Secreta de Dilma" Época presta um grande tributo ao bom jornalismo

Enquanto Veja aos poucos perde-se entre o "denuncismo" e o "manchetismo", sem fazer alarde a revista Época consegue marcar um belo tento no que diz respeito ao bom e velho jornalismo investigativo. Aquele que ao invés de se basear apenas nas declarações de um indiciado, busca provas vivas e irrefutáveis. Esse bom jornalismo anda um tanto combalido, mas ainda consegue se fazer notar.
Vejam lá.
Na edição desta semana Época apresenta a  "Lista Secreta de Dilma", um calhamaço com mais de 29 páginas nas quais está um mapa muito acurado de como se dá o loteamento dos cargos entre partidos, "tendências" internas do PT e políticos com ou sem mandato. Ali fica-se sabendo, por exemplo, como Antonio Palocci e Ana Júlia Carepa (nas fotos ao lado)  indicam seus apadrinhados nas disputas por espaços cobiçados como a presidência de estatais.
Até mesmo uma espécie de "ranking" das nomeações é possível ser feito.
O PT de Dilma, claro, lidera o ranking de pedidos de emprego, 57% do total, e de postos obtidos, 48%. O PMDB do vice-presidente Michel Temer vem em um segundo lugar distante, com apenas 14% das indicações e 14% de nomeações. Em ambos os critérios, PR, PTB, PSB e PP não ultrapassam 10% do total. PRB, PCdoB e PDT ficam com, no máximo, 2% cada um. A hegemonia petista é tamanha que os organizadores da lista não consideram o partido como uma única entidade. Ao contrário, cada uma de suas facções é tratada como se fosse uma legenda à parte na coalizão governista. Construindo um Novo Brasil (CNB), a maior corrente petista, indicou sozinha 52 pessoas, oito a mais que o PMDB inteiro. O PT Nacional tentou nomear outros 23 filiados, número superior ao do PR, o terceiro colocado, com 19 nomes. Petistas envolvidos em escândalos também foram contemplados na relação.
Dirceu e os trens - Através da lista descobre-se que o negócio de José Dirceu, acusado de chefiar o mensalão, agora é trem. Ele patrocina a indicação de Afonso Carneiro Filho para as diretorias da Agência Nacional de Transportes Terrestres, da Companhia Brasileira de Trens Urbanos e da Valec. O currículo de Carneiro Filho, petista e funcionário do Ministério dos Transportes, foi encaminhado ao Planalto por José Augusto Valente, que se identifica como consultor privado. “Dirceu me consulta quando a questão é transportes”, diz Valente.
Palocci x Ana Júlia - O documento também mostra como o ex-ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, batalha para apear Josias Matos de Araújo (indicação de Ana Júlia Carepa, que por sua vez bloqueou a indicação feita por Jáder Barbalho) da presidência da Eletronorte e colocar em seu lugar seu irmão Adhemar. Conseguiu, inclusive, que o CNB reforçasse seu pleito. De acordo com a listagem, Luiz Gushiken, ex-ministro da Comunicação Social, e Ricardo Berzoini, ex-ministro da Previdência e ex-presidente do PT, tentam enfiar no Ministério da Cultura o economista Murilo Francisco Barella. Berzoini nega ter participado da indicação, mas reconhece ter tentado nomear outra pessoa: Aristóteles dos Santos, para o Conselho da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Santos já foi ouvidor da Anatel e, em 2006, chegou a aparecer em programas eleitorais do então presidente, Lula, candidato à reeleição.
E por aí vai. Você lê a matéria completa aqui. Vale a pena conferir.

CIMI e CPT fazem seminário em Altamira contra Belo Monte

Considerado por seus próprios organizadores como "mundial", começa hoje e vai até o dia 27 em Altamira o seminário “Territórios, ambiente e desenvolvimento na Amazônia: a luta contra os grandes projetos hidrelétricos na bacia do Xingu”. O evento acontece no Ginásio Esportivo da Catedral de Altamira, a partir das 9h e tem como alvo a Hidrelétrica de Belo Monte, no Xingu. A pouca modéstia talvez se explique pelo fato de Belo Monte ter contra si além de organizações e partidos esquerdistas, associações como o Sindicato dos Pilotos de Voadeira (sim, isso existe!) e o cineasta James Cameron (na foto ao lado), que, claro, não virá para o evento, mas de Los Angeles, entre uma produção bilionária e outra, manda seu "carinho" e seus "pensamentos" aos "ativistas".  
Segundo os organizadores, os participantes do seminário "analisarão a conjuntura em torno de Belo Monte e discutirão respostas e formas de resistência às situações de risco e impactos geradas pela usina".

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Médicos fazem paralisação amanhã contra valores pagos pelo SUS (Atualizada)

A Federação Nacional dos Médicos (Fenam) divulgou na tarde desta segunda-feira (24) que os médicos de 22 estados devem suspender os atendimentos nesta terça-feira (25) em protesto contra a baixa remuneração e as más condições de trabalho da rede pública de saúde. 
O movimento, coordenado pela Comissão Pró-SUS e composta por representantes do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Associação Médica Brasileira (AMB) e da Fenam, diz que a previsão é de que haja a adesão de pelo menos metade dos 195 mil médicos que trabalham no SUS.
Em 22 estados foram confirmadas suspensões dos atendimentos eletivos (consultas, exames e outros procedimentos) durante todo o dia 25 de outubro.
Os estados que aderiram totalmente são: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe. Em outros dois estados a paralisação será pontual: em Santa Catarina, deve ocorrer durante a tarde e durar cerca de uma hora; em São Paulo, deverá ocorrer apenas em algumas unidades e no Rio de Janeiro também haverá paralisações pontuais com um protesto em frente à Assembleia Legislativa do Estado, diz a Fenam.
Nos outros estados e no Distrito Federal foram programadas manifestações públicas em protesto contra a precariedade da rede pública.
Segundo a Fenam, nos estados em que houver paralisação, os trabalhos nas unidades de urgência e emergência serão mantidos. "Todos os atendimentos serão remarcados. Queremos dizer a população que o movimento é a favor da saúde", disse Aloísio Tibiriçá Miranda, vice-presidente do CFM, em nota divulgada pela Fenam.
Atualização às 22h:
Os médicos paraenses decidiram realizar manifestação, amanhã, em frente à Santa Casa de Misericórdia do Pará, a partir das 8h da manhã.
Os odontólogos das redes pública e privada do Pará, assim como os médicos, também resolveram paralisar os atendimentos nesta terça (25). Durante todo o dia, na capital e no interior, dentistas suspendem o atendimento para chamar atenção para as reivindicações da categoria.
Na pauta de reivindicações da classe, melhores condições de trabalho, tanto no setor público quanto no privado, respeito à categoria nos seus diagnósticos e prognósticos, segurança no local de trabalho e melhoria das condições de salubridade nos consultórios.
(Com informações do portal fenam.org)

Após mais uma morte, MPF pede proteção para dois em Itaituba

A Procuradoria do Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) pediu à Polícia Federal proteção a dois moradores da reserva extrativista "Riozinho do Anfrísio", que denunciaram a exploração ilegal de madeira.
Os dois homens estiveram na sede da Procuradoria em Altamira na semana passada acompanhados de um terceiro denunciante, João Primo, que foi morto no sábado (22).
João Chupel Primo foi atingido com um tiro na cabeça em Itaituba.
Em nota divulgada nesta segunda (24), a Procuradoria diz que ele era líder de um assentamento e que o crime tem relação direta com as denúncias sobre irregularidades na reserva Riozinho do Anfrísio, que abrange Altamira, Itaituba e outras duas cidades, além da Floresta Nacional de Trairão.
Ainda segundo o órgão, Primo já havia registrado boletins de ocorrência na polícia e detalhado a exploração madeireira à Polícia Federal e ao ICMBio (Instituto Chico Mendes, responsável pela administração de unidades de conservação).
O delegado Sílvio Maués (ao lado), diretor das delegacias do interior do Estado, afirmou que a polícia ainda investiga o caso e que não tem registro de que a vítima liderava um assentamento.
O blog já havia mostrado que a disputa envolvendo a extração de madeira ameaça fazer explodir a violência na região. No dia 13 deste mês, repercutindo matéria do Estadão, o blog mostrou como a pistolagem tinha fixado novos preços pelas vidas de Raimundo Belmiro e Herculano Porto (leia aqui).
 

PSD vai à Justiça por R$ 25 milhões do Fundo Partidário

Depois de fazer a festa, o PSD de Kassab e Kátia Abreu corre atrás de uma forma de financia-la, de preferência com o dinheiro do Fundo Partidário. 
Os advogados do PSD concluíram um cálculo segundo o qual a legenda presidida pelo prefeito Gilberto Kassab tem direito a uma quantia que varia entre R$ 20 e R$ 25 milhões do Fundo Partidário.
O valor ainda não é preciso porque o número de deputados federais da nova legenda, que determina a participação de cada partido no fundo, só será fechado no dia 27, prazo de um mês após a obtenção do registro pela Justiça Eleitoral.
Para assegurar o direito a esse valor o partido ainda prepara-se para uma longa batalha judicial.
A lei que rege o fundo partidário define que 95% do bolo seja distribuída de acordo com a bancada obtida pelos partidos nas últimas eleições para a Câmara dos Deputados, e 5% igualmente entre todas as legendas, incluindo as novas.
O PSD não concorda e vai questionar esse critério com base em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que, ao julgar uma ação direta de inconstitucionalidade da chamada "cláusula de barreira", considerou inconstitucional vedar a partidos que não obtivessem um número mínimo de votos a participação no Fundo Partidário.
Assim, o PSD vai argumentar no TSE que tem direito a ser contemplado na divisão dos recursos mesmo tendo sido criado após as eleições de 2010.
O recurso administrativo deve ser impetrado em novembro, tão logo o TSE divulgue a divisão do fundo para 2012. 

Acusador diz que não possui provas diretas contra Orlando Silva










O policial militar João Dias Ferreira (na foto acima, cercado pela imprensa e políticos tucanos) disse que não possui provas do envolvimento direto do atual ministro do Esporte, Orlando Silva, e de seu antecessor, Agnelo Queiroz, no suposto esquema de desvios de recursos públicos da pasta. O policial militar negou que tenha gravado diálogos de Orlando Silva. "Em nenhuma delas [das gravações] tem a voz do ministro".
Ao prestar novo depoimento nesta segunda (24) à Polícia Federal, João Dias levou 13 arquivos de áudio e 4 ofícios emitidos pelo Ministério que, segundo ele, trazem "informações contraditórias" sobre a fiscalização dos repasses de verbas da pasta a entidades conveniadas. Segundo o policial, o material envolveria assessores da cúpula do ministério.

TV Cultura homenageia Benedito Nunes em documentário


A TV Cultura do Pará lança em novembro o documentário "Mora na Filosofia", abordando a vida e a obra de um dos maiores intelectuais brasileiros de todos os tempos, o filósofo paraense Benedito Nunes (na foto acima) que morreu em 27 de fevereiro deste ano.
Segundo as informações da própria emissora, foram reunidos depoimentos que integram o acervo da TV Cultura e produzidas novas entrevistas, em parceria com a produtora TV Norte Independente. Entre os entrevistados estão Paulo Chaves, Victor Sales Pinheiro, Lilia Chaves, Décio Guzman, Lúcio Flávio Pinto, Paraguassu Éleres, Ernani Chaves, Eva Andersen, David Jackson, Michel Riaudel, Maria José, Dina Oliveira, Marton Maués, João de Jesus Paes Loureiro, Adriana Klautau e Alonso Rocha, entre outros.
A proposta é abordar, além do pensamento de Benedito, o lado humano do pensador. Para tanto, cada entrevistado contribuiu com uma visão diferente: Ernani Chaves e Victor Sales abordaram a dimensão filosófica e literária; Dina Oliveira contou como foi conviver, quando criança, com os tios, e Paulo Chaves, por sua vez, lembrou como era a convivência na casa da Estrela, como explica o diretor de “Mora na Filosofia”, Júnior Braga.

No Amazonas, Dilma assina PEC que prorroga e amplia Zona Franca de Manaus


A presidente Dilma Rousseff (na foto acima ao lado de Lula e Omar Aziz, Governador do Amazonas) assinou nesta segunda, em viagem ao Amazonas, Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prorroga por mais 50 anos a vigência da Zona Franca de Manaus. Promessa de campanha de Dilma, a proposta, que também prevê a extensão da zona franca para a região metropolitana da capital amazonense, precisa ser aprovada ainda por Câmara e Senado para entrar em vigor.
A decisão já havia sido anunciada em sua última viagem a Manaus, em setembro, quando a presidente havia afirmado que a prorrogação do prazo era um "compromisso de honra". Na ocasião, não chegou a estabelecer prazo para a medida. Atualmente, os incentivos da Zona Franca vencem em 2023.
"Vamos prorrogar e ampliar a Zona Franca, que o presidente Lula, quando ela estava praticamente sendo enterrada pelos governos anteriores, prorrogou a primeira vez. E agora damos continuidade a isso", disse, durante seu discurso na cerimônia de inauguração de uma ponte sobre o rio Negro, que liga a cidade de Manaus a Iranduba. A obra, que havia sido iniciada durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, demorou três anos para ser entregue por conta de impasses ambientais.
Na mesma ocasião, Dilma defendeu conciliar desenvolvimento e meio ambiente e destacou a importância de obras de desenvolvimento na preservação do patrimônio ambiental da região.
Lula, que também estava presente, fez discurso no qual citou a importância da obra para a região e exaltou o papel feminino na política.
(Com informações e foto do G1)

sábado, 22 de outubro de 2011

Veja volta à carga contra Orlando Silva. Mas, não há "batom na cueca".

Durante esta semana aguardei com ansiedade a nova edição de Veja. Confesso que esperava (e escrevi isso aqui) que a novela escrita pela revista em torno da corrupção no Ministério do Esporte tivesse mais um capítulo bombástico. Durante a semana o acusador José Dias Ferreira compareceu à PF e disse ter entregue provas dos fatos que alega. A PF desmentiu o homem. Achei então que seria para Veja e não para a PF que Ferreira entregaria as tais provas. Realmente assim se deu.
Na edição desta semana, Veja exibe gravações que Ferreira diz ter feito em uma reunião no Ministério, na qual combina uma estratégia de defesa com a aparente conivência de funcionários do ministro. Parece sério. E é.
Mas, é muito menos que a expectativa criada pela avalanche de golpes desferidos contra Orlando Silva.
Funcionários pegos em mancomunações esquisitas com espertalhões aparecem em todo lugar. Provada a culpa deverão ser afastados.
Outra coisa bem diferente é a história contada por Ferreira que colocava Orlando Silva na cena do crime.
As provas fornecidas por Ferreira à Veja, como diria Nelson Rodrigues, não são do tipo batom na cueca.
Orlando cairá?

A "Turma do Contra" faz, pela terceira vez, sua "primeira grande carreata" contra Carajás e Tapajós. Fracassaram de novo!


Vejam lá.
Mobilizada como nunca, fracassada como sempre. Eis a síntese da "primeira carreata contra a divisão do Pará".
Como fartamente anunciado, a "Turma do Contra" fez pela terceira ou quarta vez "a primeira carreata contra a divisão do Pará". Agora, é assim. Todo final de semana, eles fazem "a primeira carreata"!
Bom, o troço reuniu DE NOVO pouco mais de 100 carros. A coisa foi tão esdrúxula que a assessoria da "Turma do Contra" comemorou o fato de "ninguém reclamar ou se posicionar contra"! Um fenômeno!
A matéria com a cobertura "oficial", claro, estará nas páginas d'O Liberal e do Diário do Pará de amanhã.
A verdade é que a aliança entre os ricos e endinheirados com os "indignados" de Belém contra Carajás e Tapajós até agora tem resultado em um glorioso fracasso.
De relevante mesmo nesta "carreata" somente a foto que acima ilustra este texto. Nela pode-se ver Celso "Riquinho Rico" Sabino (à direita, claro!) abraçado ao "Pai de Todos os Indignados", Edmilson "Língua Plesa" Rodrigues (à esquerda, claro!).
É uma bela foto!
Em outras fotos percebe-se a alegria de Edmilson. Ele parece bem confortável na companhia de Sabino.
Edmilson, que esteve sábado passado no fracassado ato dos "indignados" que não conseguiram ocupar nem coreto de praça em Belém, agora participou de outro "grande evento de massa", desta vez abraçado a um dos legítimos representantes da auto-proclamada "elite" belenense. Vocês sabem. Edmilson também a integra.
O "Pai de Todos os Indignados" na tertúlia com Celso "Riquinho Rico" Sabino é a síntese da campanha contra Carajás e Tapajós. Em Belém, os extremos se encontraram para sacrificar a racionalidade no altar construído pela vanguarda do atraso.
A população de Belém, calejada de truques e mistificações, já percebeu que por baixo de tanto "paraensismo" de ocasião corre um rio de oportunismo eleitoreiro.
A "luta" contra Carajás e Tapajós é apenas o palanque usado campanha eleitoral antecipada pela prefeitura de Belém. E Edmilson abraça Sabino! Que beleza!
Te cuida, Zenaldo!
Vai que este flerte entre Sabino e Edmilson vira namoro?
Vejam abaixo outras fotos do "grande movimento"! Ah, não contem os ônibus. Esses tentavam passar o mais rápido possível pela farandola. Afinal, Belém não gosta de perder tempo com irrelevâncias.
Atualização em 23.10 às 10h30:
Um leitor atento me puxa as orelhas quanto aos créditos das fotos. Pensei ter deixado claro as fontes. Mas, para que não reste dúvida: TODAS AS FOTOS SÃO DO PORTAL ORM!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Orlando Silva - Por enquanto ele fica. Mas, até quando?














Apesar do bombardeio da FIFA, Veja e Estadão, Orlando Silva resistiu e dorme ministro. Não sabe se acordará ministro.
A depender das capas das revistas semanais, talvez esteja na fila dos desempregados na segunda-feira.
Mas, a verdade é que Dilma reluta em ser pautada pela mídia ou pela FIFA. Deve aguardar as provas que o acusador do ministro diz que vai apresentar (entregará primeiro à Veja ou à PF?). A presidente está certa. Já havia sinalizado que não aceitaria "apedrejamento moral". Diante das provas que surgirem (caso surjam) mandará Orlando para casa.
A preocupação fica por conta de ter um ministro sendo sangrado e tendo que conduzir dois eventos bilionários. O tempo que Orlando gasta defendendo-se poderia ser usado para impedir que a a FIFA e a CBF "privatizem" o Estado Brasileiro.     
Vejam o que diz o G1:
Após reunião de quase uma hora e meia com a presidente Dilma Rousseff, o ministro do Esporte, Orlando Silva, disse em entrevista no Planalto do Planalto que permanecerá no cargo.
"Ela me sugeriu serenidade, paciência e reafirmou confiança no nosso trabalho", relatou o ministro.
Segundo Orlando Silva, a presidente demonstrou "tranquilidade e confiança" e pediu para que a equipe do Ministério do Esporte continue o trabalho. Ele afirmou que "desmascarou" as acusações contra ele. "Na conversa, nós esclarecemos os fatos, as acusações que tenho sofrido. Desmascarei as mentiras", declarou.
A presidente decidiu manter o ministro no governo apesar de ele ter enfrentado quase uma semana de desgaste político, depois da divulgação da denúncia de que o ministro teria participação em um esquema de desvio de dinheiro público do Segundo Tempo, um programa do federal destinado a promover o esporte em comunidades carentes.

PSDB nomeia diretor regional do Detran em Parauapebas


Valmir Pereira, o popular "Valmir da Madeira", assumiu hoje a direção da Circunscrição Regional do Detran (CIRETRAN) em Parauapebas.
Valmir, ex-vereador da cidade e derrotado em duas tentativas de retorno à Câmara Municipal, era ligado ao PTB, mas hoje articula-se em torno do PSDB de Zé Rinaldo e do PSD de Valmir da Integral.
Além de contar com o apadrinhamento do PSDB e PSD, nomeação de Valmir pode ser colocada na conta do deputado estadual Tião Miranda (PTB), que assim estende sua área de influência para cidades importantes como Parauapebas e Canaã dos Carajás.
A regional foi ocupada durante o governo de Ana Júlia e até recentemente por José Benevides, o "JB", ligado ao PDT.

Congresso vai investigar Ricardo Teixeira por suspeita de crime fiscal


Na Folha.Com:
O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, além dos dirigentes do COL (Comitê Organizador Local da Copa-2014), também chefiado pelo dirigente, serão investigados por uma comissão instalada pela Câmara dos Deputados, em Brasília.
Formulada pelo deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), que em março tentou reunir assinaturas para criar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra o cartola, a proposta foi aprovada, quarta-feira, na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle.
Ela vai apurar denúncias de irregularidades, como o critério de divisão dos lucros do Mundial e os acordos firmados entre a CBF e as redes de TV e patrocinadores.
"Em sua defesa, Ricardo Teixeira afirma que esta Casa não tem poder de investigá-lo, já que não há recursos federais envolvidos na organização da Copa. Entretanto, somente de renúncia fiscal há mais de R$ 1,1 bilhão envolvido, e com certeza renúncia fiscal é recurso federal", argumenta Garotinho.
As renúncias englobam estádios e sistemas de infraestruturas de cidades-sede.
Procuradas pela Folha, a CBF e o COL, por meio de suas assessorias de comunicação, informaram que não iriam se pronunciar sobre o assunto.
O deputado também propõe que a comissão investigue o recebimento de salários pelos membros da diretoria da CBF, o que seria proibido, além de possível prática de lavagem de dinheiro pela confederação e o financiamento de campanhas eleitorais. Garotinho diz ainda que Teixeira paga advogados com recursos da entidade, que é privada.
Antonio Lacerda-29.jul.2011/Efe
O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, no Rio, em julho de 2011
O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, no Rio, em julho de 2011
JUSTIFICATIVA
Relator da comissão, o deputado Sérgio Brito (PSC-BA) afirma que embora a CBF seja uma entidade privada, é favorecida com isenções tributárias estabelecidas pela Lei 12.350/10. "Os recursos gerados por esses incentivos podem estar sendo utilizados para fomentar atividades irregulares ou ilícitas, desvirtuando os objetivos originais da lei", diz.
Ele ainda ressalta que a Lei Pelé estabelece que "a exploração e a gestão do desporto profissional no país estão sujeitos à observância dos princípios da transparência financeira e administrativa, da moralidade na gestão desportiva e da responsabilidade social de seus dirigentes".
A comissão será realizada por audiências públicas com os dirigentes, com o coordenador do Grupo de Trabalho da Copa do Ministério Público Federal, entre outras autoridades.
Também será solicitada ao Tribunal de Contas da União (TCU) e à Controladoria Geral da União a realização de diligências, inspeções e fiscalizações nas entidades.
A Câmara acrescenta que serão solicitados ao presidente da CBF documentos como uma cópia das demonstrações financeiras e respectivos pareceres do conselho fiscal e da auditoria independente da CBF, relativamente aos exercícios de 2008, 2009 e 2010.
Ricardo Teixeira também terá de fornecer à comissão, entre outras, informações sobre as principais fontes de receitas da CBF, incluindo as receitas com compra e venda de jogadores e as provenientes de contratos de transmissão de competições relativos ao exercício de 2010 e a previsão para os exercícios de 2011 a 2014.

Mulher de Orlando Silva recebeu mais de R$ 300 mil do Ministério dos Esportes, diz Estadão

Neste momento Orlando Silva está reunido com a presidente Dilma. Pode sair da reunião como ex-ministro. Ainda que permaneça no cargo está tão fragilizado que dificilmente resistirá à "síndrome da sexta-feira". E as más notícias, para Orlando, não param de surgir.  
O Estadão mostra que Anna Cristina Lemos Petta (ao lado), mulher do ministro do Esporte, Orlando Silva, recebeu dinheiro da União por meio de uma ONG comandada por filiados ao PC do B, partido do marido e ministro. A informação sobre negócios da União com a empresa de familiar de Orlando Silva teria preocupado Dilma.
É a própria Anna Petta quem assina o contrato entre a Hermana e a ONG Via BR, que recebeu R$ 278,9 mil em novembro do ano passado. A Hermana é uma empresa de produção cultural criada pela mulher do ministro e sua irmã, Helena. Prestou serviços de assistente de pesquisa para documentário sobre a Comissão da Anistia.
A empresa foi criada menos de 7 meses antes da assinatura do contrato com a entidade. Pelo trabalho, recebeu R$ 43,5 mil.
A ONG Via Brasil tem em seus quadros Adecir Mendes Fonseca e Delman Barreto da Silva, ambos filiados ao PC do B. A entidade também foi contratada em maio do ano passado pelo Ministério do Esporte, para promover a participação social na 3ª Conferência Nacional do Esporte. No negócio, recebeu mais R$ 272 mil.
Documentos obtidos pelo Estadão mostram o curto espaço de tempo transcorrido entre a criação da empresa de Anna Peta e a celebração de convênio da ONG Via BR com o Ministério da Justiça. A Hermana foi criada apenas três meses antes da assinatura do convênio para a produção de documentário sobre a Comissão da Anistia e no mesmo mês em que a Via BR foi contratada pelo Ministério do Esporte.
No enredo mais provável, Orlando Silva "pede" exoneração justificando necessitar de tempo para "dedicar-se à defesa" de sua honra e Dilma escolhe alguém (provavelmente, Luciana Santos) do PCdoB para sucedê-lo. Dentro de mais alguns dias ninguém (nem Veja, nem Globo) falará mais do ex-ministro. Ou alguém aí sabe o que andam fazendo Novaes, Palocci e todos os outros ministros "derrubados" por escândalos no Governo Dilma?

Orlando Silva pode cair ainda hoje. Ex-prefeita de Olinda é cotada para assumir Esportes

O Planalto dá sinais que, apesar de todos os esforços feitos por Orlando Silva, deverá mesmo exonerá-lo. Ontem, ao chegar da África Dilma reuniu-se com os chamados "ministros da casa" e hoje, de acordo com o jornal O Globo, mandou dizer ao ministro que não saia de Brasília no final de semana. Dilma pode chamar Orlando a qualquer momento.
A questão sobre culpa ou inocência de Silva começa a perder relevância diante do desgaste que o Governo deverá acumular com a provável revelação de novos capítulos da novela que o PM José Dias Ferreira e a revista Veja estão escrevendo.
Nem mesmo a defesa veemente do PCdoB ajuda Orlando Silva a manter-se no cargo.
Caso Orlando seja defenestrado do cargo é provável que Dilma escolha a ex-prefeita de Olinda, Luciana Santos (ao lado), também do PCdoB, para dirigir o Ministério dos Esportes.
Orlando cai por conta de seus pecados (alegados ou provados), claro, mas cai também por ter entrado em rota de colisão com a FIFA, CBF e Ricardo Teixeira, além de estar à frente de um ministério considerado o patinho feio da lagoa até a Copa de 14 e a Olimpíada de 16 serem confirmadas para o Brasil. A partir daí passou a ser cobiçado por vários partidos, incluindo o PT.
A FIFA foi mais rápida que Dilma e já não considera Orlando Silva o "interlocutor" brasileiro para os assuntos da Copa do Mundo. O secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, já "retirou" o político da função. O dirigente disse que estará no Brasil em novembro para se reunir com o "novo representante do governo" para a Copa.
- Vou ter um encontro com a nova pessoa indicada pela presidente para conduzir a Copa em nível de governo. Tenho confiança de que a presidente encontrará a pessoa certa, independentemente do que acontecer com Orlando Silva - afirmou Valcke.
De qualquer forma o Ministério dos Esportes sairá desta crise menor do que entrou. O ministro (Orlando ou outro qualquer) perderá poder e influência. Como se diz por aí, para o Governo, a Copa de 14 e a Olimpíada de 16, com suas movimentações bilionárias, eram mesmo "muita areia para o caminhãozinho" do PCdoB.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Na TV Liberal - Nos equívocos de Zenaldo, os melhores argumentos a favor de Carajás


Hoje foi a vez de Zenaldo Coutinho (ao lado), presidente da frente contra Carajás ser entrevistado no Jornal Liberal 1ª Edição, da TV Liberal, afiliada da Rede Globo no Pará. A emissora fez ao longo da semana uma série de entrevistas com os presidentes das frentes a favor e contra a criação de Carajás e Tapajós.
O texto, claro, ficou longo. Mas, sei que vocês, diferentes da "Turma do Contra", não se importam com o "tamanho" (hehehehe).
Desta vez, vamos em um animado "vermelho-e-preto" contra o tucaninho preferido de Jatene.
Assim, ele vai de vermelho e eu, todo de preto!
Logo na primeira resposta Zenaldo mostrou a que veio. E ele veio disposto a tudo!
Disse que a proposta de criação dos novos estados é a "mais atrasada e elitista" das propostas.
Seria atrasada porque "a tendência mundial é a fusão de empresas" (!) e ainda disse que os países que mais crescem são os "maiores, como a Índia e a China".
A tolice pode assumir várias formas e, ao que parece todas elas cabem nos argumentos de Zenaldo. A China é puxada pelas minúsculas ilhas de Hong Kong, Macau e Taiwan, que até ontem, pelo menos, respondiam por 68% de toda a riqueza da "gigantesca" China. Ao contrário do que diz Zenaldo, a China, sendo 12% maior que o Brasil, possui 35 Unidades Administrativas e pretende aumentar esse número. Pequim, por exemplo foi tornada unidade autônoma.
Entenda, Zenaldo: Não existe "tendência" para fundir ou para dividir. A sociedade decide, em cada momento histórico, o que é melhor para garantir o seu desenvolvimento. Neste momento, construir Carajás e Tapajós é o melhor plano de desenvolvimento econômico e social que o Pará pode almejar. Quanto a esta questão do "tamanho", bem, discutiremos isso também, se lhe faz feliz!